Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

Milhares ouve João Arruda na Rádio Cidade AM 670

https://www.facebook.com/radiocidade670/ A Hora do João começa às 8 horas na Rádio Cidade 670.  Desde que estreou  o grande comunicador,...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Álvaro Dias aparece com 20% e é líder na região Sul, diz Datafolha


A atenção do campo centrista está dada a todos os detalhes que parecem laterais, como por exemplo o bom desempenho do senador Álvaro Dias (Podemos-PR) no Datafolha.
Ele tem entre 3% e 6%, empatando com figurões como Alckmin em algum cenários. Mais relevante, seu desempenho no Sul impressiona aqueles que consideram a região de origem de Dias um reduto tucano certo como foi em 2014: fica entre 15% e 20% das intenções na sua região, contra de 3% a 6% do governador.”

Pânico na TV a entrevista bem humorada Hoje em SP. Ao chegar a premiação dos brasileiros do ano pela Revista Isto É. #AlvaroDias


Visita ao Espírito Santo e a resposta à pergunta: O Brasil tem jeito? Postagem obteve 181 mil visualizações até fechamento desta matéria: 1249 Compartilhamentos: 1434 Comentários: https://www.facebook.com/ad.alvarodias/videos/1725749277482313/

“O país está mergulhado num oceano de dificuldades, e as pessoas lúcidas vão ter que assumir o protagonismo. A nossa omissão poderia reeditar a tragédia de colocar um irresponsável no poder”, disse Alvaro Dias 
"A corrupção deve ser combatida com força. É um mal baseado na idolatria do dinheiro que fere a dignidade humana." Papa Francisco

Marcus Firme dos Reis, diretor da Fenapef - Federação Nacional Policiais Federais, entregou a medalha da instituição ao senador Alvaro Dias, uma homenagem pelo trabalho e empenho no combate à corrupção, em especial pela autoria do projeto que acaba com o Foro Privilegiado, aprovado no Senado Federal e em tramitação na Câmara dos Deputados

Alvaro Dias foi homenageado pela autoria e pela incansável defesa do projeto que acaba com o Foro Privilegiado no Brasil. A Moção de Congratulação, aprovada pela Câmara Municipal de Tupã, é de autoria do vereador Antonio Brito, e foi entregue nesta sexta-feira (08/12). Vale a pena lembrar que o projeto ainda aguarda votação na Câmara dos Deputados, e a pressão popular continua sendo fundamental para que o projeto vire lei e a justiça enfim seja igual para todos.


Diversos estudos indicam que a atividade industrial entrou em declínio no Brasil nas
últimas décadas e, consequentemente, reduziu seu espaço no conjunto da economia. Isso
é desastroso para a manutenção e geração de postos de trabalho, especialmente nos
centros urbanos.
O Brasil passa por um processo de desindustrialização?
AD: Infelizmente os dados dos últimos anos indicam que sim. Todavia, isso não está
ocorrendo pelo fato de estar acontecendo no Brasil uma transição para um modelo
econômico pós-industrial, alavancado pelo desenvolvimento científico e tecnológico.
Ao contrário, o Brasil cada vez mais se apoia na produção e exportação de produtos de
origem primária comercializados nas bolsas de mercadorias, como recursos minerais e
agrícolas, conhecidos como commodities. Embora esses produtos sejam fundamentais e
estratégicos, e que para a sua produção sejam utilizadas tecnologias das mais avançadas,
a ancoragem maior da atividade econômica nesse tipo de produção indica uma redução
do espaço industrial e de agregação de valor.
É possível reverter esse quadro?
AD: Não só é possível como necessário. Reverter esse quadro passa pela ampliação da
participação da indústria na economia nacional, e isso exige criar um ambiente de
negócio favorável, desburocratizando processos e simplificando o sistema tributário.
Além disso, é fundamental a ampliação dos acordos comerciais e a recuperação da
imagem do Brasil, que está em queda livre no exterior e até mesmo entre os brasileiros.
Entretanto, isso não significa deixar de ocupar e aproveitar bem o mercado de
commodities.
A ciência e a tecnologia são importantes nesse processo?
AD: São imperativas, determinantes. A capacidade competitiva de uma nação não pode ser
analisada dentro de uma visão desconectada de mundo. No mundo globalizado, a
aptidão para se colocar no jogo da produção e do comércio internacional e de competir
quando nele estiver inserido, em grande medida está assentada na capacidade científica,
tecnológica e acadêmica que o País conseguiu desenvolver.
Não temos dúvida que o desenvolvimento científico e tecnológico constitui o visto de
entrada para a participação nas novas terras de oportunidades que estão sendo
apresentadas às sociedades e às economias. Neste contexto, uma nação não pode apenas
aceitar de forma passiva o desenvolvimento científico e tecnológico desenvolvido pelos
outros, deve fazer uma escolha política clara e investir muito no próprio
desenvolvimento.


←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores