Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

Programa “A Hora do João” ganha transmissão ao vivo no Facebook

Facebook do Apresentador O presidente estadual do MDB, o ex-deputado João Arruda, que voltou para a o rádio no início do ano, aderiu de...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

"Crianças não são o futuro. São o presente" - Copacabana 2018



Copacabana, 2018. Foto de Lucas Landau
Retrato de uma sociedade hipócrita e racista. Políticos que além de patrocinar armações conspirações perseguições diabólica satânicas são excluentes e fazem farra com dinheiro público e lavagem de dinheiro.
Muitos usam concessão pública de Rádios e Televisão para faturar horrores com Governo municipal estadual e federal tirando recursos preciosos deste povo sofrido é excluídos.
Fanfarrões pagam marketeiros caríssimos para o ilusionismo e truques mediáticos. Criam factóides e pesquisas fakes para se vender no Brasil como santinhos. Enquanto a operação Lava Jato MPF e o GAECO desmascara os dissimulados.
2018 temos mais uma oportunidade para escrever um novo futuro de verdade sem estes mentirosos que pagam para se blindar e para dormir tomam remédios importados.
Sabem só mandar abraços e da tapinhas nas costas e ficar o dia todo no celular com seus puxas sacos parasitas fofocando e desgraçando seus algozes. Mesmo cheios de doenças e morrendo não largam o osso.
Gravam videos com roupas caras compradas com seus altos salários pagos com suor do povo, e postam nas redes sociais fotos com fotohopping, porque até a realidade deles fedem. Nossos Brasileirinhos vota e são enganados e manipulados. Que futuro é esse???? Calem a boca canalhas, vão trabalhar, chega de estuprar a inteligência do povo e fazer orgias com drogas na bandeja.
Triste realidade......até quando. ? !!!


Apelo de criança


Dizes que sou o futuro, não me desampares no presente.
Dizes que sou a esperança da paz, não me induzas a guerra.
Dizes que sou a promessa do bem, mas não me confies ao mal.
Dizes que sou a luz de teus olhos, não me abandones ás trevas.
Não espero somente o teu perdão, dá me a luz e o entendimento.
Não desejo somente a festa de teu carinho,suplico-te amor com
Que me eduques.
Não te rogo apenas brinquedos,peço-te bons exemplos e boas palavras.
Não sou simples argumento de teu discurso, sou alguém que te bate á porta em nome de Deus.
Ensina-me o trabalho, a humildade, o devotamento e o perdão.
Compadece-te de mim e orienta-me para o que seja bom e justo...
Corrige-me,enquanto é tempo,ainda que eu sofra...
Ajuda-me hoje para que amanhã eu não te faça chorar.
 OS PEQUENOS DA RUA 

Nesse pequeno que passa, roto e sujo, pela rua, caminha o futuro. É a criança filha de ninguém, o garoto sem nome além de menino de rua. 

Passa o dia entre as avenidas da cidade, as praças e por vezes nos amedronta, quando se aproxima. 

Ele não vai à escola e todas as horas observa que se esgotam os momentos da sua infância. 

Você atende os seus filhos, tendo para eles todos os cuidados. 

Esmera-se em lhes preparar um futuro, selecionando escola, currículo, professores, cursos. 

Acompanha, preocupado, os apontamentos dos mestres e insiste para que eles estudem, preparando-se profissionalmente para enfrentar o mercado de trabalho. 

Você auxilia os seus filhos na escolha da profissão, buscando orientá-los e esclarecê-los, dentro das tendências que apresentam. 

Você se mantém zeloso no que diz respeito à violência que seus filhos podem vir a sofrer, providenciando transporte seguro, acompanhantes, orientações. 

São seus filhos. Seus tesouros. 

Enquanto seus filhos crescem em intelecto e moralidade, aqueloutros, os meninos de rua prosseguem na aprendizagem das ruas, maltratados e carentes. 

À semelhança dos seus filhos, eles crescerão, compondo a sociedade do amanhã. A menos que pereçam antes, vítimas da fome, das doenças e do descaso. 

Cruzarão seus dias com o de seus rebentos e, por não terem recebido o verniz da educação, as lições da moral e o tesouro do ensino, poderão ser seus agressores, procurando tirar pela força o que acreditam ser seu por direito. 

Você se esmera na educação dos seus e acredita ser o suficiente para melhorar o panorama do mundo. 

No entanto, não basta. É imprescindível que nos preocupemos com esses outros meninos, rotos e mal cheirosos que enchem as ruas de tristeza. 

Com essas crianças que têm apagada, em pleno vigor, sua infância, abafada por trabalhos exaustivos, além de suas forças. 

Crianças com chupeta na boca utilizando martelos para quebrar pedras, acocorados por horas, em incômoda posição. 

Crianças que deveriam estar nos bancos da escola, nos parques de diversão e que se encontram obrigados a rudes tarefas, por horas sem fim que se somam e eternizam em dias. 

Poderiam ser os nossos filhos a lhes tomar o lugar, se a morte nos tivesse arrebatado a vida física e não houvesse quem os abrigasse. 

Filhos de Deus, aguardam de nós amparo e proteção. Poderão se tornar homens de bem, tanto quanto desejamos que os nossos filhos se tornem. Poderão ser homens e mulheres produtivos e dignos, ofertando à sociedade o que de melhor possuem, se receberem orientação. 

Por hora são simplesmente crianças. Amanhã, serão os homens bons ou maus, educados ou agressivos, destruidores ou mensageiros da paz, da harmonia, do bem. 

Você sabia? 

Que é dever de todos nós amparar o coração infantil, em todas as direções? 

E que orientar a infância, colaborando na recuperação de crianças desajustadas, é medida salutar para a edificação do futuro melhor? 

Sem boa semente, não há boa colheita. 

Enfim: educar os pequeninos é sublimar a humanidade.

Colaboração enviada por: Vera Lúcia Matos Pires

 Acreditamos que toda criança tem direito a:
  • Ser amada, receber afeto e apoio
  • Ser tratada com respeito e dignidade
  • Ser cuidada de forma responsável e tratada com carinho
  • Ser incentivada e a se desenvolver emocional, intelectual e espiritualmente
  • Ter suas necessidades físicas atendidas de forma adequada, principalmente as que dizem respeito à alimentação, à moradia e aos cuidados médicos
  • Receber uma boa educação que lhes permita se tornarem pessoas competentes e autossuficientes.
  • Que lhe sejam ensinados bons valores e princípios que lhe sirvam de orientação para a vida
  • Aprender sobre o amor e o desvelo pessoal de Deus para com ela
  • Que lhe sejam ensinados limites e autodisciplina
  • Oportunidades para desenvolver plenamente seu potencial
  • Ser preparada para as responsabilidades e desafios da vida adulta
  • Desenvolver sua individualidade
  • Ser tratada com equidade e justiça, sem discriminação
  • Estar em um ambiente seguro; ser protegida do mal e do perigo
A Família Internacional promove um alto padrão de cuidado, segurança, educação, socialização e recreação para todas as crianças de nossos membros. Nosso profundo respeito pelas crianças — e a importância de cuidados e a educação que recebem — são parte integral da nossa vida.
Consideramos parte do dever dado por Deus a todo pai/mãe cristão transmitir a seus filhos um profundo apreço, respeito e amor por Deus e Sua Palavra e os princípios sagrados nela encontrados. Acreditamos também que a união matrimonial entre homem e mulher seja a forma ideal de relacionamento para criar crianças e para a constituição de famílias estáveis.





←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores