Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

AMAPAR promove o 3° Encontro de Gestão Judiciária Sustentável

Facebook A Associação dos Magistrados do Paraná - AMAPAR convida seus associados e a comunidade jurídica para o 3° Encontro de Gestã...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

domingo, 21 de janeiro de 2018

Curitiba terá vigília em defesa de Lula e da democracia

A Frente Brasil Popular – movimento que reúne entidades sociais – convocou uma Vigília pela Democracia em Curitiba. O ato começa nesta terça-feira (dia 23) às 18 horas, na Praça Santos Andrade, e vai até às 22 horas. E recomeça na quarta-feira (dia 24) às 7h30, no mesmo local
O julgamento de recurso do ex-presidente Lula, contra a condenação na Operação Lava Jato envolvendo o triplex no Guarujá, está marcado para o próximo dia 24, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre.
Porto Alegre também receberá manifestantes 
Em Curitiba, a vígilia foi convocada pela Frente Brasl Popular. Veja o texto de convocação: “Povo que vai estar em Curitiba no 23/24. IMPORTANTE. Estamos convocando todo mundo para a vigília, dia 23 à noite. Durante a vigília serão passadas mais informações sobre o 24, diretamente para quem estiver na praça. Voltaremos à Praça Santos Andrade no 24, às 7:30, onde ficaremos concentrados. As ações do dia serão reveladas no momento adequado. É muito importante que todos estejam na vigília pra podermos organizar a resistência do 24”, afirma o grupo.
A primeira caravana do Paraná rumo a Porto Alegre saiu ontem de Curitiba, após o lançamento do Comitê das Juventudes na sede da União Paranaense dos Estudantes http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2018/01/nao-tem-jeito-de-consertar-este-pais-se-o-povo-nao-estiver-inserido-na-economia

Apoiadores de Lula ficarão a quase 1 km de tribunal no dia do julgamento 

PORTO ALEGRE, RS (FOLHAPRESS) - Cerca de 10 mil integrantes de movimentos de esquerda, especialmente trabalhadores rurais, caminharão na próxima segunda-feira (22) até o acampamento a menos de um quilômetro do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4 Região), em Porto Alegre. Eles se concentrarão em frente ao "antigo posto fiscal da Receita", na BR-116, localizado nas proximidades da Ponte do Guaíba. Em seguida, o grupo sairá em marcha até o Anfiteatro Pôr-do-Sol, onde será montado um acampamento da Frente Brasil Popular.
O trajeto foi acertado com a Secretaria da Segurança Pública gaúcha. A marcha contará com a presença do coordenador nacional do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) João Pedro Stedile e transitará por quatro avenidas. A secretaria já definiu que a área ao redor do tribunal será isolada. O perímetro inclui o parque Harmonia, onde, inicialmente, os movimentos de esquerda planejavam montar acampamento. A data de início do isolamento ainda não foi determinada, mas os sete prédios públicos ao redor da corte terão o expediente suspenso a partir das 12h de terça (23). Só entra no perímetro quem estiver credenciado.
Em entrevista na tarde desta sexta (19), lideranças de CUT, CTB, MST, UNE e PT-RS ressaltaram o caráter pacífico dos atos e que, mesmo com uma possível condenação do ex-presidente Lula, a mobilização em torno de sua candidatura continuará. O vice-presidente do PT-RS, Carlos Pestana, confirmou que a expectativa para a ida do ex-presidente a Porto Alegre é grande. A ideia é que Lula esteja presente pelo menos em uma marcha marcada para terça (23).
MINISTRO
Durante visita a Porto Alegre, o ministro da Justiça, Torquato Jardim, afirmou que defende o direito à manifestação e que ameaças não o preocupam. "Não me preocupa a ameaça, desde que não se transforme em ação física ilegal", declarou, acrescentando que, nesse caso, as forças de segurança estão prontas para intervir. A Folha de S.Paulo noticiou na semana passada que o presidente do TRF-4, Carlos Eduardo Thompson Flores, disse que os juízes federais que vão julgar Lula estão recebendo ameaças. Jardim afirmou que o Ministério da Justiça não recebeu informações concretas nesse sentido. https://www.brasil247.com/pt/colunistas/geral/337862/Tr%C3%AAs-n%C3%A3o-podem-substituir-144-milh%C3%B5es.htm 

Filósofo norte-americano grava vídeo em apoio a Lula 

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O linguista e filósofo norte-americano Noam Chomsky gravou e divulgou um vídeo em que defende a candidatura de Lula à Presidência da República. "Com tudo indicando que Lula é a figura mais popular do Brasil e muito provavelmente seria eleito em eleições justas, é no mínimo apropriado que ele seja permitido a se candidatar para que o povo brasileiro possa expressar seu próprio julgamento na candidatura de Lula", afirmou Chomsky na gravação.
Condenado a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP), Lula pode ser enquadrado pela Lei da Ficha Limpa e ficar inelegível por 8 anos se a condenação for ratificada em decisão de segunda instância, na próxima quarta (24), pelo TRF 4 (Tribunal Regional Federal da 4 Região), em Porto Alegre. A mensagem de Chomsky foi exibida na noite de quinta (18), em ato em São Paulo organizado pelo PT.
Movimentos de esquerda pretendem reunir cerca de 50 mil pessoas em Porto Alegre para manifestar solidariedade ao petista. "Sob o governo de Lula, com a participação habilidosa do seu ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, o Brasil se tornou provavelmente o mais respeitado ator no cenário internacional", afirmou Chomsky no vídeo. Em maio do ano passado, o linguista publicou artigo na Folha de S.Paulo em que chamava o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) de "golpe branco" e criticava o governo Michel Temer (PMDB).

Deputados americanos divulgam carta de apoio a Lula


PATRÍCIA CAMPOS MELLO SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O PT vem intensificando sua mobilização internacional em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que será julgado na quarta-feira pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre. Um grupo de deputados americanos do partido Democrata vai divulgar nesta sexta-feira (19) uma carta denunciando as "violações flagrantes" do direito do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a um processo justo e a "campanha de perseguição judicial de motivação política", segundo apurou a reportagem. Paralelamente, o abaixo-assinado "Eleição sem Lula é fraude", organizado pelo ex-ministro Celso Amorim, conquistou quase 200 mil assinaturas, entre elas a do ativista Daniel Ellsberg, dos cineastas Constantin Costa-Gavras e Oliver Stone, ex-ministro grego Yanis Varoufakis e o linguista Noam Chomsky. Ellsberg foi o responsável pelo vazamento dos documentos conhecidos como "Papeis do Pentágono", em 1971, que revelaram como o governo americano estava ocultando o fracasso na guerra do Vietnã. É tema do filme "The Post", concorrente ao Oscar. "O objetivo é mostrar que o mundo está de olho, vendo as injustiças que estão sendo cometidas no Brasil", diz Amorim, cotado para ser o candidato do PT ao governo do Rio. Também assinaram o manifesto os ex-presidentes Pepe Mujica (Uruguai), Cristina Kirchner (Argentina), Ernesto Samper (Colômbia) e o ex-primeiro ministro italiano Massimo D'Alema. A carta a ser divulgada nesta sexta (19) é assinada pelos deputados democratas Mark Pocan, Keith Ellison e mais dez integrantes da bancada de centro-esquerda da Câmara. A Câmara tem um total de 435. A carta será enviada ao embaixador do Brasil em Washington, Sérgio Amaral, aos ministros do Supremo Tribunal Federal e à imprensa. Segundo Pocan, sindicatos, centros de pesquisas que estudam a América Latina e brasileiros vivendo nos Estados Unidos o alertaram para o caso de Lula. A AFL-CIO, maior central sindical dos EUA, tem uma ligação histórica com o PT. "Espero que as autoridades judiciais analisando o caso de Lula não se deixem pressionar por setores políticos ou pela mídia e sejam guiados pelos princípios básicos de qualquer sociedade livre", disse Pocan à reportagem. "A principal acusação (contra Lula) é baseada em 'provas' altamente questionáveis que seriam rejeitadas na maioria dos tribunais ao redor do mundo", diz a carta dos congressistas. Os deputados afirmam que o juiz Sergio Moro adotou ações "antiéticas e, por vezes, ilegais contra Lula, demonstrando claramente não ser capaz de desempenhar o papel de juiz imparcial no caso de Lula", citando a condução coercitiva do ex-presidente para depor e o vazamento do áudio da conversa em que a ex-presidente Dilma Rousseff e Lula discutiam sua possível nomeação para ministério. "A próxima eleição presidencial e o governo subsequente estarão maculados se o sistema judiciário não agir com imparcialidade e respeito aos direitos fundamentais." Um grupo de deputados americanos já havia se manifestado em janeiro do ano passado em uma carta pública acusando Moro de perseguir Lula. http://m.folha.uol.com.br/poder/2018/01/1951916-deputados-americanos-divulgam-carta-de-apoio-a-lula.shtml 


A postagem do Padre Leomar Antonio Montagna, de Maringá-PR, continua rendendo muita reflexão, debates e consciência social! https://www.facebook.com/leomar.montagna/posts/2060106837339978?pnref=story

Veja a programação oficial dos atos de Porto Alegre! 



←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores