Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

O Bruxo Chik Jeitoso presta depoimento para o Juiz Fernando Fischer

O Bruxo Chik Jeitoso presta depoimento para o Juiz Fernando Fischer na última segunda-feira dia 22/10/2018.  Excelentíssimo  Sr Juiz da 8° ...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Glauce Schutz, uma cachoeirense no dinâmico e fantástico mundo do automobilismo

A dedicada estudante do Colégio Sinodal Barão do Rio Branco, Glauce Machado Schutz, jamais abriu mão do seu projeto de vida traçado ainda na infância: ser jornalista, uma profissão na qual a grande maioria dos formados não chega à Rede Globo e tem que se contentar com o modesto padrão salarial. A jovem cachoeirense insistiu, ingressou na universidade, formou-se na Ulbra e, atualmente, é assessora de imprensa no segmento motorsport.
A loirinha moradora da Rua Juvêncio Soares, que sonhava em escrever e falar, chegou lá. Lembra com carinho do estágio no Jornal Correio Popular - hoje O Correio - e destaca o apoio do seu pai, que a apresentou ao fantástico mundo da Fórmula 1.

Nas madrugadas e manhãs de domingo, ela conheceu as ultrapassagens e a rivalidade protagonizadas por Piquet, Senna, Prost e Mansell. Estava convencida que havia encontrado o circuito ideal para a sua carreira profissional e conduta pessoal. 

SENNA, O ÍDOLO
Ao contrário do pai, fã de Nelson Piquet, Glauce simpatizava muito com um cara que sempre que ganhava, ouvia-se uma música marcante e dava uma volta no final erguendo a bandeira do Brasil. Chamava-se Ayrton Senna da Silva. “Acredito que foi assim que tudo começou”, recorda. A programação dominical incluiu assistir às provas de kart e motociclismo no Kartódromo de Cachoeira do Sul, que hoje está abandonado.

MERCADO PROMISSOR
A cachoeirense deixou de lado a vontade inicial de ser repórter de TV, rádio ou jornal. Encontrou um mundo amplo, que abrange todos os segmentos de mercado, chamado assessoria de imprensa, na qual teve a primeira experiência na capital gaúcha. O “boom” da internet caiu de paraquedas no universo4x4.com, um site voltado para offroad.
Pelas trilhas de diversas regiões, Glauce viu pela frente uma realidade inusitada para ela, com lama, pneu e navegação. A trajetória foi aperfeiçoada pela colaboração do jornalista Valter Boor, que cobriu por mais de 20 anos a F1 e “adotou a jovem como neta”. Veio a fase dos testes de consumo em veículos e lançamento de carros. Glauce colocou o primeiro pé no asfalto.

NA TELINHA
Não havia tempo para um pit stop e ela buscou mais uma vitória, desta vez como repórter no programa Veículos e Velocidade, da Band-RS. Foram sete anos de trabalho coordenados pelo jornalista Celso Ferlauto e pelo produtor Maros Moschetta. Abriram-se as portas para a sua primeira Mil Milhas Brasileiras e entrevistas com pilotos badalados, como Tony Kanaan, Bruno Senna e Nelson Piquet.

MS COMUNICAÇÃO, O DESAFIO
A audácia e a coragem dos pilotos talvez serviram de parâmetro para Glauce abrir em sociedade com um colega a MS2 Comunicação. A empresa começou a atuar diretamente com a equipe do piloto Claudio Ricci, na Pick-up Racing. Viajou oito etapas, conheceu novos autódromos e colegas de imprensa.
O talento profissional rendeu um convite para fazer a cobertura como repórter da própria categoria, da F3 e da Maserati, em que destaca o apoio do jornalista Edgard de Melo Filho. A MS Comunicação conquistou espaço e atendeu outras equipes e pilotos, na Stock Car, Ligth  (categoria de acesso da Stock Car) e GT3 Brasil. A jornalista conheceu a realidade estressante – mas gratificante - de trabalhar quatro finais de semana por mês.

TRABALHO RECONHECIDO
A formação profissional de Glauce recebeu a bandeirada de primeiro lugar. A MS2 Comunicação passou a ter ilustres clientes, como Ricardo Zonta, Enrique Bernoldi, Tarso Marques, o espanhol Jaime Alguersuari, Tuka Rocha, Julio Campos, Diego Nunes, Thiago Marques, Luiz Razia, Yann Cunha, Cesar Ramos, Gabriel Casagrande e Lucas Kohl.

NÃO SE PODE PARAR NO TEMPO
O dinamismo do mercado obrigou a MS2, que atua há 15 anos neste ramo, a se reiventar por causa das mídias sociais e buscar novas alternativas para o retorno dos clientes. A correria é compensada pelo sentimento familiar que envolve o ambiente de trabalho.
A cachoeirense salienta que a determinação dos os profissionais proporciona um suporte significativo à empresa. Conta com o respaldo do sócio e marketing, Marcelo Machado, e dos jornalistas Bruno Monteiro e Juliana Marques, que a acompanham nas viagens - algumas internacionais.
Garante que viveu todos os sentimentos possíveis. A alegria da vitória, o sabor amargo da derrota e a morte de um grande amigo em um acidente no Autódromo de Interlagos. “Uma coisa é inegável: quando os motores roncam e a placa de 5 minutos para a largada sobe, o coração acelera e você tem a absoluta certeza que está na profissão certa”, afirma a jornalista que serve de exemplo para os jovens que focam as suas futuras profissões somente na questão de ganhar muito dinheiro ou em vaidades pessoais.  
Fonte: O Correio 
A repórter Glauce Schutz entrevista o tricampeão mundial de Fórmula 1, Nelson Piquet / Divulgação
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores