Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

EXCLUSIVO: Live com neste Sábado no Blog Chik Jeitoso com Roberto Requião

Foto Arquivo MDB  Confirmado para este Sábado 16 de Novembro ao Meio Dia Live Poderosa  EXCLUSIVA  no Blog Chik Jeitoso com Vossa Exclên...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Mulher passa um dia inteiro apanhando com mangueira de gás e marido é preso

Mulher foi torturada pelo marido com mangueira de gás. A polícia divulgou outras imagens ainda mais chocantes, mas decidimos por não publicá-las (Reprodução/Polícia Civil)

Mulher passa um dia inteiro sendo torturada pelo marido em Campinas (SP) com uma mangueira de gás e as agressões só acabam com a chegada da polícia. O agressor diz que suspeitava de traição. Vítima chegou à delegacia sem conseguir se locomover. Casal tem filhos de 2 e 9 anos

Foi preciso que uma mulher passasse um dia inteiro apanhando do marido para que ele fosse preso. As agressões ocorreram na cidade de Campinas (SP) e só tiveram um fim quando a polícia chegou no local.
O agressor é um colombiano de 36 anos e alegou que suspeitava de traição. Ele usou uma mangueira de gás para torturar a esposa, que também é colombiana, nesta terça-feira (27).
Ao chegar na residência do casal, no bairro Vila Padre Ancheita, a polícia flagrou o fato. No boletim de ocorrência, os policiais destacaram que a mulher quase não conseguia se locomover depois de apanhar tanto.
A vítima apresenta diversos hematomas pelo corpo. Ela contou aos policiais que não é a primeira vez que o companheiro a agride, e que ele também bate nos filhos, de 2 e 9 anos. O casal mora no Brasil há quatro anos.
Segundo a Polícia Civil, a vítima contou que foi ameaçada pelo companheiro, que teria dito que compraria um revólver para fazer “roleta russa em sua cabeça” caso ela o denunciasse.
Questionado pelos policiais sobre as agressões, o homem alegou que agiu por suspeita que ela estaria o traindo. Sobre as agressões aos filhos, ele justificou que eram “corretivos”.
Autuado em flagrante por violência doméstica, o suspeito foi encaminhado para a cadeia anexa ao 2º Distrito Policial de Campinas.

Lei Maria da Penha

No início deste ano, a Lei Maria da Penha sofreu algumas alterações. Na nova legislação, está previsto o direito da mulher vítima de violência doméstica e familiar a ter atendimento policial especializado, ininterrupto e prestado preferencialmente por servidores do sexo feminino.
Além disso, apresenta procedimentos e diretrizes sobre como será feita a inquirição dessa mulher vítima de crime.
Entre as diretrizes está a de salvaguardar a integridade física, psíquica e emocional da mulher vítima desse tipo de violência; a garantia de que em nenhuma hipótese ela ou suas testemunhas tenham contato direto com investigados, suspeitos ou pessoas a eles relacionados; e a “não revitimização” do depoente, de forma a evitar “sucessivas inquirições sobre o mesmo fato nos âmbitos criminal, civel e administrativo”.
A lei propõe ainda que seja priorizada a criação de Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (Deams), de Núcleos Investigativos de Feminicídio e de equipes especializadas para o atendimento e a investigação das violências graves contra a mulher.



←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores