Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

Milhares ouve João Arruda na Rádio Cidade AM 670

https://www.facebook.com/radiocidade670/ A Hora do João começa às 8 horas na Rádio Cidade 670.  Desde que estreou  o grande comunicador,...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

terça-feira, 20 de março de 2018

Barros convida Luiz Carlos Martins a apoiar Cida Borghetti


O ministro da Saúde, Ricardo Barros, que também é vice-presidente nacional do Partido Progressista (PP), foi até o gabinete do deputado estadual Luiz Carlos Martins (PSD) na Assembleia Legislativa do Paraná, na tarde desta segunda-feira (19). Falou do trabalho que fez nos quase dois anos que ficou à frente do Ministério, confirmou que vai deixar o cargo no final deste mês para disputar uma vaga na Câmara Federal e convidou o deputado e radialista para integrar o plano de governo da vice-governadora Cida Borghetti (PP), que irá disputar o governo do estado em outubro. Barros é marido de Cida.
Martins ouviu os planos do PP para o Paraná e disse que todas as possibilidades estão abertas. “A conversa foi muito boa e bastante interessante. Tenho acompanhado o trabalho de Barros à frente do Ministério e também sei da competência da vice-governadora Cida Borghetti. Pensando no Paraná, todas as possibilidades estão abertas”, disse Martins.
Há a possibilidade, ainda não confirmada oficialmente, de que o governador Beto Richa (PSDB) deixe o governo em abril para disputar uma das duas vagas ao Senado. Assim Cida, assumiria o governo por nove meses. Martins disse que Barros lhe reafirmou que, independentemente da decisão de Richa, Cida será candidata ao governo.
De saída
Barros decidiu deixar o governo antes de 7 de abril, prazo final para que ministros que disputarão as eleições se desincompatibilizem dos cargos. Candidato à reeleição de deputado federal, ele retomará o mandato parlamentar na última semana de março para poder assumir a presidência da Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional, colegiado responsável por analisar o Orçamento da União de 2019, conforme informou o Estadão/Broadcast Político na semana passada.
A tendência é de que Barros deixe o governo em 28 de março, dez dias antes do prazo final para desincompatibilização. Essa é a data em que está prevista a instalação e eleição do presidente e relator da comissão mista de orçamento. “Saio até o dia da instalação da CMO”, admitiu o ministro ao Estadão.
Assim, Barros também deverá ter mais tempo para se dedicar à campanha de Cida ao governo, antes do final da janela partidária.
Por favor, dê os devidos créditos e faça o link para conteúdo do nosso portal que você está copiando. Obrigado!
Portal Banda B Publicado primeiro em Portal Banda B » Barros visita Martins no gabinete da Assembleia e o convida para apoiar Cida em outubro.



Hospital São Vicente na CIC 
volta a funcionar


Reabertura da unidade é resultado de uma demanda pleiteada pela deputada Maria Victoria junto ao Ministério da Saúde, à Prefeitura de Curitiba e ao Governo do Estado.
A vice-governadora, Cida Borghetti, o prefeito Rafael Greca e o ministro da Saúde Ricardo Barros reabriram a unidade do Hospital São Vicente, localizada na Cidade Industrial de Curitiba.
A nova unidade volta a funcionar após três anos sem atividades e atenderá 100% pelo SUS nas especialidades de endocrinologia, neurologia, nefrologia, entre outras. O hospital contará com 25 leitos gerais e atenderá na baixa e média complexidade.
“O Governo do Estado está garantindo apoio ao hospital, através de recursos para custeio e a entrega, na próxima semana, de um equipamento de raio-x, , que vai proporcionar aos moradores um atendimento rápido e de qualidade”, afirmou a vice-governadora.
A unidade reformada do Hospital São Vicente atenderá nas especialidades de oncologia, cardiologia, dermatologia, endocrinologia, neurologia, ortopedia, traumatologia, coloproctologia, nefrologia, entre outras.
De acordo com o prefeito Rafael Greca, para a reabertura da unidade, a prefeitura contou com o apoio conjunto do Governo do Paraná, bancada de deputados federais e estaduais e o Ministério da Saúde.
“Contemplamos 313 leitos de retaguarda para as UPAs. Tínhamos prometido 200 e estamos fazendo 113 a mais. Com a reabertura do hospital e em maio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), a região será atendida em sua plenitude”, destacou Greca.
Para habilitações de serviços e leitos na nova unidade, o Ministério da Saúde destinou cerca de R$ 7,3 milhões.
“Neste período que estou à frente do ministério, R$ 400 milhões foram transferidos para a saúde do Paraná. A crise está estabelecida em muitos estados, mas o Paraná está em uma situação adequada”, afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores