Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

Médicos Sem Fronteiras em Curitiba

Pagina Oficial dos MSF no Facebook Pela primeira vez em Curitiba, a exposição Pessoas em Movimento, de Médicos Sem Fronteiras Brasil...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

terça-feira, 20 de março de 2018

Barros convida Luiz Carlos Martins a apoiar Cida Borghetti


O ministro da Saúde, Ricardo Barros, que também é vice-presidente nacional do Partido Progressista (PP), foi até o gabinete do deputado estadual Luiz Carlos Martins (PSD) na Assembleia Legislativa do Paraná, na tarde desta segunda-feira (19). Falou do trabalho que fez nos quase dois anos que ficou à frente do Ministério, confirmou que vai deixar o cargo no final deste mês para disputar uma vaga na Câmara Federal e convidou o deputado e radialista para integrar o plano de governo da vice-governadora Cida Borghetti (PP), que irá disputar o governo do estado em outubro. Barros é marido de Cida.
Martins ouviu os planos do PP para o Paraná e disse que todas as possibilidades estão abertas. “A conversa foi muito boa e bastante interessante. Tenho acompanhado o trabalho de Barros à frente do Ministério e também sei da competência da vice-governadora Cida Borghetti. Pensando no Paraná, todas as possibilidades estão abertas”, disse Martins.
Há a possibilidade, ainda não confirmada oficialmente, de que o governador Beto Richa (PSDB) deixe o governo em abril para disputar uma das duas vagas ao Senado. Assim Cida, assumiria o governo por nove meses. Martins disse que Barros lhe reafirmou que, independentemente da decisão de Richa, Cida será candidata ao governo.
De saída
Barros decidiu deixar o governo antes de 7 de abril, prazo final para que ministros que disputarão as eleições se desincompatibilizem dos cargos. Candidato à reeleição de deputado federal, ele retomará o mandato parlamentar na última semana de março para poder assumir a presidência da Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional, colegiado responsável por analisar o Orçamento da União de 2019, conforme informou o Estadão/Broadcast Político na semana passada.
A tendência é de que Barros deixe o governo em 28 de março, dez dias antes do prazo final para desincompatibilização. Essa é a data em que está prevista a instalação e eleição do presidente e relator da comissão mista de orçamento. “Saio até o dia da instalação da CMO”, admitiu o ministro ao Estadão.
Assim, Barros também deverá ter mais tempo para se dedicar à campanha de Cida ao governo, antes do final da janela partidária.
Por favor, dê os devidos créditos e faça o link para conteúdo do nosso portal que você está copiando. Obrigado!
Portal Banda B Publicado primeiro em Portal Banda B » Barros visita Martins no gabinete da Assembleia e o convida para apoiar Cida em outubro.



Hospital São Vicente na CIC 
volta a funcionar


Reabertura da unidade é resultado de uma demanda pleiteada pela deputada Maria Victoria junto ao Ministério da Saúde, à Prefeitura de Curitiba e ao Governo do Estado.
A vice-governadora, Cida Borghetti, o prefeito Rafael Greca e o ministro da Saúde Ricardo Barros reabriram a unidade do Hospital São Vicente, localizada na Cidade Industrial de Curitiba.
A nova unidade volta a funcionar após três anos sem atividades e atenderá 100% pelo SUS nas especialidades de endocrinologia, neurologia, nefrologia, entre outras. O hospital contará com 25 leitos gerais e atenderá na baixa e média complexidade.
“O Governo do Estado está garantindo apoio ao hospital, através de recursos para custeio e a entrega, na próxima semana, de um equipamento de raio-x, , que vai proporcionar aos moradores um atendimento rápido e de qualidade”, afirmou a vice-governadora.
A unidade reformada do Hospital São Vicente atenderá nas especialidades de oncologia, cardiologia, dermatologia, endocrinologia, neurologia, ortopedia, traumatologia, coloproctologia, nefrologia, entre outras.
De acordo com o prefeito Rafael Greca, para a reabertura da unidade, a prefeitura contou com o apoio conjunto do Governo do Paraná, bancada de deputados federais e estaduais e o Ministério da Saúde.
“Contemplamos 313 leitos de retaguarda para as UPAs. Tínhamos prometido 200 e estamos fazendo 113 a mais. Com a reabertura do hospital e em maio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), a região será atendida em sua plenitude”, destacou Greca.
Para habilitações de serviços e leitos na nova unidade, o Ministério da Saúde destinou cerca de R$ 7,3 milhões.
“Neste período que estou à frente do ministério, R$ 400 milhões foram transferidos para a saúde do Paraná. A crise está estabelecida em muitos estados, mas o Paraná está em uma situação adequada”, afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores