Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

Médicos Sem Fronteiras em Curitiba

Pagina Oficial dos MSF no Facebook Pela primeira vez em Curitiba, a exposição Pessoas em Movimento, de Médicos Sem Fronteiras Brasil...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

sexta-feira, 30 de março de 2018

Grupo Lanteri apresenta nesta Sexta-feira Santa espetáculo “Vida, Paixão e Morte de Cristo”

Por Andrea Adelio da Assessoria de Imprensa
Apresentação acontece nesta sexta (30), às 19h, em Araucária
Nesta Sexta-feira Santa, dia 30 de março, o município de Araucária/PR vai receber uma superprodução. O espetáculo “Vida, Paixão e Morte de Jesus Cristo,” com o Grupo Lanteri, será encenado no parque Cachoeira, às 19h. Comemorando quarto décadas de apresentações ininterruptas, o espetáculo deverá trazer ainda mais emoção ao seu publico fiel. Além dos atores que integram o elenco, antigos participantes  do Grupo também foram convidados para celebrar a data.
O “novo” Jesus – Durante esses 40 anos diversos atores conquistaram experiência com os palcos, a exemplo do ator Gustavo Ferreira de Deus, 23 anos, 16 deles dedicados ao Lanteri. “Ao longo desses anos já interpretei vários personagens dessa história. Fiquei muito feliz e emocionado pela oportunidade de interpretar Jesus,” conta Gustavo.
No site do Grupo Lanteri tem matéria especial com o perfil do ator. http://grupolanteri.com.br/chegou-vez-menino-de-deus-3/ 
História – Há 40 anos nasceu um grupo de teatro amador, chamado Lanteri, que encenava a Paixão de Cristo pelas ruas de um bairro da periferia de Curitiba/PR. Com o passar dos anos, outras pessoas foram se engajando no grupo, que foi crescendo, e hoje conta com o apoio e dedicação de mais de 800 voluntários. Ao todo são cerca de 1.200 pessoas, incluindo atores, figurantes e equipe de produção, coordenados por três diretores: Aparecido Isabel Massi, Edson Martins e Julio Miranda.
Para quem está de fora é difícil imaginar quantas histórias podem ser tiradas destes anos de caminhada. Desde romances até curiosidades de bastidores. Todos se envolvem com o espetáculo, no ensaio, na produção de palcos, adereços, figurino, maquiagem e apresentação.
Lanteri em 40 anos – Formado há 40 anos, o Grupo Lanteri  já marcou a história da arte paranaense. O começo modesto, com apenas 45 pessoas, na paróquia São Paulo Apóstolo, na Vila São Paulo, não impediu que a encenação da sua peça mais tradicional – “A Paixão de Cristo” -, alcançasse o status de mega show, que está completando quatro décadas de apresentações consecutivas.
O que começou com o desejo de um dos diretores de tornar a encenação da Paixão de Cristo uma tradição apenas no bairro, acabou se tornando tradição na cidade de Curitiba e serve como inspiração para trabalhos semelhantes. Ainda assim, há inúmeros espectadores fiéis, que viajam de outras cidades apenas para prestigiar o grupo que se consagra por tanto empenho e determinação, em torno da história mais conhecida de todos os tempos.
Em todo esse período, com o mesmo espetáculo, eles já passaram pelo Largo da Ordem, Centro Cívico, Pedreira Paulo Leminiski, Colombo, Bioparque, Araucária e Morretes, pontos turísticos da capital do Paraná.
Outras histórias
O evento que não tem caráter religioso, mas é um espetáculo bíblico, também tem uma história de bastidores, que paralela aos ensaios e apresentações, vem se desenvolvendo ao longo dos anos e marcando a vida dos diretores, atores, voluntários e colaboradores, e reúne uma diversidade de perfis. Ninguém recebe nada pelo trabalho, mas se fortalece pela amizade.
Romances também fazem parte do enredo desta “segunda história”. Muitos casais se conheceram, namoraram e se casaram, e agora vêem seus filhos e até netos participarem juntos. O Grupo diversifica com a mudança dos cenários, maquiagem e figurinos.  Eles já alteraram o número de cenas, adereços, roteiro, enfim, atuam sempre demonstrando o talento que têm para contar a história do martírio e vitória de Jesus com verdade e criatividade.
Novos integrantes – Desde o início da fase dos ensaios que todos os anos começam logo após o Carnaval, o grupo também se empenha em buscar estratégias para divulgar, não só a peça, mas o Grupo Teatral. Em sintonia com o perfil criativo de atores de teatro, eles já fizeram até performances nas ruas centrais de Curitiba com o objetivo de divulgar a Paixão de Cristo e convidar novos integrantes.
Todos os anos têm pessoas novas participando, mas muitos fazem parte do grupo há anos e outros são inspirados a seguir carreira artística, atuando profissionalmente.
40 anos de Paixão
O livro – Há cerca de um ano começou a ser escrito um livro que irá contar a trajetória do Grupo Lanteri com a “sua” Paixão de Cristo e a paixão pela arte, do palco aos bastidores. O período foi de muita pesquisa e entrevistas, realizadas por dois jornalistas, e um deles, inclusive, faz parte do elenco. Mas a publicação, contudo, deverá ter muitos “coautores”. A narrativa vai trazer, prioritariamente, os relatos das histórias vividas por diversas pessoas que ajudaram a consagrar o espetáculo e o Grupo como um dos maiores do Brasil.
SERVIÇO:
Espetáculo 2018 – “Paixão de Cristo”:
Sexta-feira Santa, 30 de março, às 19h
Local: Parque Cachoeira – Araucária/PR
Entrada: gratuita, mas pede-se a doação de 1kg de alimento não perecível que será encaminhado a entidades carentes.
Endereço: R. Ceará, nº 79 – Jardim Iguaçu – Araucária/PR.
A Prefeitura de Araucária confirmou que todos os ônibus do Triar terão gratuidade a partir das 16 horas desta Sexta-feira Santa (30).
Com a decisão da Prefeitura, o morador de qualquer localidade de Araucária poderá ter gratuidade para chegar ao Parque Cachoeira e também para retornar à sua residência após o espetáculo. O embarque gratuito será pela porta traseira dos ônibus do Triar. A Prefeitura de Araucária disponibilizará a linha especial “Terminal Central/Paixão de Cristo” para ampliar o acesso do público ao local da apresentação.
Integrado
Quem sair de Curitiba utilizando transporte coletivo terá como opções: linha Pinheirinho/Araucária (sai do Terminal Pinheirinho), linha Portão/Araucária (sai do Terminal Portão), linha Capão Raso/Araucária (sai do Terminal Capão Raso e passa pelo Terminal CIC). A tarifa custa R$ 4,25. Todas essas linhas têm como ponto final o Terminal Central de Araucária, onde a pessoa poderá embarcar em um dos ônibus do Triar (incluindo a linha especial) sem pagar nova tarifa para chegar ao Parque Cachoeira. Com o acesso gratuito a qualquer um dos ônibus do Triar que segue ao Terminal Central (onde é possível fazer integração com as linhas metropolitanas), o retorno a Curitiba também não terá custo.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores