Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

Milhares ouve João Arruda na Rádio Cidade AM 670

https://www.facebook.com/radiocidade670/ A Hora do João começa às 8 horas na Rádio Cidade 670.  Desde que estreou  o grande comunicador,...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

sexta-feira, 30 de março de 2018

Grupo Lanteri apresenta nesta Sexta-feira Santa espetáculo “Vida, Paixão e Morte de Cristo”

Por Andrea Adelio da Assessoria de Imprensa
Apresentação acontece nesta sexta (30), às 19h, em Araucária
Nesta Sexta-feira Santa, dia 30 de março, o município de Araucária/PR vai receber uma superprodução. O espetáculo “Vida, Paixão e Morte de Jesus Cristo,” com o Grupo Lanteri, será encenado no parque Cachoeira, às 19h. Comemorando quarto décadas de apresentações ininterruptas, o espetáculo deverá trazer ainda mais emoção ao seu publico fiel. Além dos atores que integram o elenco, antigos participantes  do Grupo também foram convidados para celebrar a data.
O “novo” Jesus – Durante esses 40 anos diversos atores conquistaram experiência com os palcos, a exemplo do ator Gustavo Ferreira de Deus, 23 anos, 16 deles dedicados ao Lanteri. “Ao longo desses anos já interpretei vários personagens dessa história. Fiquei muito feliz e emocionado pela oportunidade de interpretar Jesus,” conta Gustavo.
No site do Grupo Lanteri tem matéria especial com o perfil do ator. http://grupolanteri.com.br/chegou-vez-menino-de-deus-3/ 
História – Há 40 anos nasceu um grupo de teatro amador, chamado Lanteri, que encenava a Paixão de Cristo pelas ruas de um bairro da periferia de Curitiba/PR. Com o passar dos anos, outras pessoas foram se engajando no grupo, que foi crescendo, e hoje conta com o apoio e dedicação de mais de 800 voluntários. Ao todo são cerca de 1.200 pessoas, incluindo atores, figurantes e equipe de produção, coordenados por três diretores: Aparecido Isabel Massi, Edson Martins e Julio Miranda.
Para quem está de fora é difícil imaginar quantas histórias podem ser tiradas destes anos de caminhada. Desde romances até curiosidades de bastidores. Todos se envolvem com o espetáculo, no ensaio, na produção de palcos, adereços, figurino, maquiagem e apresentação.
Lanteri em 40 anos – Formado há 40 anos, o Grupo Lanteri  já marcou a história da arte paranaense. O começo modesto, com apenas 45 pessoas, na paróquia São Paulo Apóstolo, na Vila São Paulo, não impediu que a encenação da sua peça mais tradicional – “A Paixão de Cristo” -, alcançasse o status de mega show, que está completando quatro décadas de apresentações consecutivas.
O que começou com o desejo de um dos diretores de tornar a encenação da Paixão de Cristo uma tradição apenas no bairro, acabou se tornando tradição na cidade de Curitiba e serve como inspiração para trabalhos semelhantes. Ainda assim, há inúmeros espectadores fiéis, que viajam de outras cidades apenas para prestigiar o grupo que se consagra por tanto empenho e determinação, em torno da história mais conhecida de todos os tempos.
Em todo esse período, com o mesmo espetáculo, eles já passaram pelo Largo da Ordem, Centro Cívico, Pedreira Paulo Leminiski, Colombo, Bioparque, Araucária e Morretes, pontos turísticos da capital do Paraná.
Outras histórias
O evento que não tem caráter religioso, mas é um espetáculo bíblico, também tem uma história de bastidores, que paralela aos ensaios e apresentações, vem se desenvolvendo ao longo dos anos e marcando a vida dos diretores, atores, voluntários e colaboradores, e reúne uma diversidade de perfis. Ninguém recebe nada pelo trabalho, mas se fortalece pela amizade.
Romances também fazem parte do enredo desta “segunda história”. Muitos casais se conheceram, namoraram e se casaram, e agora vêem seus filhos e até netos participarem juntos. O Grupo diversifica com a mudança dos cenários, maquiagem e figurinos.  Eles já alteraram o número de cenas, adereços, roteiro, enfim, atuam sempre demonstrando o talento que têm para contar a história do martírio e vitória de Jesus com verdade e criatividade.
Novos integrantes – Desde o início da fase dos ensaios que todos os anos começam logo após o Carnaval, o grupo também se empenha em buscar estratégias para divulgar, não só a peça, mas o Grupo Teatral. Em sintonia com o perfil criativo de atores de teatro, eles já fizeram até performances nas ruas centrais de Curitiba com o objetivo de divulgar a Paixão de Cristo e convidar novos integrantes.
Todos os anos têm pessoas novas participando, mas muitos fazem parte do grupo há anos e outros são inspirados a seguir carreira artística, atuando profissionalmente.
40 anos de Paixão
O livro – Há cerca de um ano começou a ser escrito um livro que irá contar a trajetória do Grupo Lanteri com a “sua” Paixão de Cristo e a paixão pela arte, do palco aos bastidores. O período foi de muita pesquisa e entrevistas, realizadas por dois jornalistas, e um deles, inclusive, faz parte do elenco. Mas a publicação, contudo, deverá ter muitos “coautores”. A narrativa vai trazer, prioritariamente, os relatos das histórias vividas por diversas pessoas que ajudaram a consagrar o espetáculo e o Grupo como um dos maiores do Brasil.
SERVIÇO:
Espetáculo 2018 – “Paixão de Cristo”:
Sexta-feira Santa, 30 de março, às 19h
Local: Parque Cachoeira – Araucária/PR
Entrada: gratuita, mas pede-se a doação de 1kg de alimento não perecível que será encaminhado a entidades carentes.
Endereço: R. Ceará, nº 79 – Jardim Iguaçu – Araucária/PR.
A Prefeitura de Araucária confirmou que todos os ônibus do Triar terão gratuidade a partir das 16 horas desta Sexta-feira Santa (30).
Com a decisão da Prefeitura, o morador de qualquer localidade de Araucária poderá ter gratuidade para chegar ao Parque Cachoeira e também para retornar à sua residência após o espetáculo. O embarque gratuito será pela porta traseira dos ônibus do Triar. A Prefeitura de Araucária disponibilizará a linha especial “Terminal Central/Paixão de Cristo” para ampliar o acesso do público ao local da apresentação.
Integrado
Quem sair de Curitiba utilizando transporte coletivo terá como opções: linha Pinheirinho/Araucária (sai do Terminal Pinheirinho), linha Portão/Araucária (sai do Terminal Portão), linha Capão Raso/Araucária (sai do Terminal Capão Raso e passa pelo Terminal CIC). A tarifa custa R$ 4,25. Todas essas linhas têm como ponto final o Terminal Central de Araucária, onde a pessoa poderá embarcar em um dos ônibus do Triar (incluindo a linha especial) sem pagar nova tarifa para chegar ao Parque Cachoeira. Com o acesso gratuito a qualquer um dos ônibus do Triar que segue ao Terminal Central (onde é possível fazer integração com as linhas metropolitanas), o retorno a Curitiba também não terá custo.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores