Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

TRE-PR e TRT-PR vão ampliar ações de inclusão de pessoas com deficiência

Convênio assinado nesta quinta-feira (11) no TRE-PR prevê intercâmbio de políticas e iniciativas de aprimoramento da acessibilidade ...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

terça-feira, 20 de março de 2018

Operação mira quadrilha que fraudava impostos de Curitiba


da Banda B
Cerca de 30 policiais civis do Paraná estão nas ruas desde as 6h desta terça-feira (20) para prender uma quadrilha suspeita de fraudar tributos municipais como IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana), ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Móveis) e ISS (Imposto Sobre Serviços). A ação é decorrente de uma denúncia encaminhada pela Procuradoria Geral do Município de Curitiba ao Nurce (Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos), da Polícia Civil.
A operação, batizada de Taxa Extra, acontece em Curitiba e Região Metropolitana e conta com apoio do Cope (Centro de Operações Policiais Especiais), unidade de elite da PC, e do Nuciber (Núcleo de Combate aos Ciber Crimes). A investigação durou pouco mais de cinco meses. A suspeita é que a quadrilha atua há pelo menos dez anos.
Os policiais cumprem nove mandados judiciais, sendo dois de prisão temporária e sete de busca e apreensão. Entre os alvos estão servidores da prefeitura de Curitiba — um deles com mais de 20 anos de serviço público. Um dos mandados de busca acontece no interior da sede do Poder Executivo municipal, mais especificamente nas mesas de trabalho dos funcionários suspeitos de envolvimento com a fraude. E ainda em uma das sedes da Rua da Cidadania – que são sedes das administrações regionais. Nos espaços públicos, o cumprimento dos mandados estão sendo acompanhados por servidores da Prefeitura de Curitiba.
Além dos mandados, a Justiça autorizou a quebra do sigilo fiscal e bancário de cinco pessoas da quadrilha, entre elas alguns servidores da prefeitura.
Mais detalhes serão dados em entrevista coletiva, às 10h, na sede do 1º Distrito Policial.

“Taxa Extra” prende servidores da prefeitura. Porque Fruet não combateu estes crimes?

Cerca de 30 policiais civis do Paraná estão atuando desde as 6h desta terça-feira (20) para prender uma quadrilha suspeita de fraudar tributos municipais como IPTU, ITBI e ISS Imposto Sobre Serviços. A ação é decorrente de denúncia encaminhada pela Procuradoria Geral do Município de Curitiba ao Nurce (Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos), da Polícia Civil a partir de informações anônimas de contribuintes.
A operação, batizada de Taxa Extra, acontece em Curitiba e Região Metropolitana e conta com apoio do Cope (Centro de Operações Policiais Especiais), unidade de elite da PC, e do Nuciber (Núcleo de Combate aos Ciber Crimes). A investigação durou pouco mais de cinco meses. A suspeita é que a quadrilha atua há pelo menos dez anos.
Os policiais cumprem nove mandados judiciais, sendo dois de prisão temporária e sete de busca e apreensão. Entre os alvos estão servidores da prefeitura de Curitiba — um deles com mais de 20 anos de serviço público. Um dos mandados de busca acontece na sede do da prefeitura, mais especificamente nas mesas de trabalho dos funcionários suspeitos de envolvimento com a fraude. E ainda em uma Rua da Cidadania. Nos espaços públicos, o cumprimento dos mandados estão sendo acompanhados por servidores da Prefeitura de Curitiba.
Além dos mandados, a Justiça autorizou a quebra do sigilo fiscal e bancário de cinco pessoas da quadrilha, entre elas alguns servidores da prefeitura.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores