Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

TRE-PR e TRT-PR vão ampliar ações de inclusão de pessoas com deficiência

Convênio assinado nesta quinta-feira (11) no TRE-PR prevê intercâmbio de políticas e iniciativas de aprimoramento da acessibilidade ...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

quarta-feira, 7 de março de 2018

Rene Dotti diz que Alvaro seria o presidente ideal para o Brasil

Para o advogado, professor e um dos mais destacados juristas do país, Rene Dotti, o candidato paranaense à Presidência da República, Alvaro Dias (Podemos) tem o perfil e requisitos próprios do político-estadista que faz do mandato um compromisso para atender demandas do presente, pensando e agindo também com olhos no futuro.
A posição de Dotti foi manifestada através de artigo publicado no dia seis de março de 2018. Confira o que diz e pensa o jurista:
Embora o calendário eleitoral marque para 16 de agosto o início da propaganda das campanhas para os cargos a serem disputados em outubro deste ano, há algum tempo os meios de comunicação já divulgam, rotineiramente, notícias, entrevistas e reportagens sobre pré-candidatos ao mandato de maior representatividade popular: a chefia do Poder Executivo.
Apesar do exercício periódico da soberania popular pelo sufrágio universal e o voto direto e secreto para a escolha de seus representantes, o cidadão, em geral, desconhece as atividades partidárias e revela descrença quanto à satisfação dos fundamentos da República, assim consagrados pela Constituição: I – soberania; II – cidadania; III – dignidade da pessoa humana; IV – valores sociais do trabalho e da livre iniciativa; V – pluralismo político (art. 1º).
Um dos caminhos para se alcançar bons resultados no programa idealizado pelos constituintes de 1988 – evitando que a declaração de esperança se transforme em frustrantes proclamações otimistas – consiste no aprimoramento das instituições políticas e dos costumes eleitorais a salvo da violência, da fraude e de outras expressões ofensivas à dignidade humana e ao progresso da sociedade. Sobre a ciência e a arte da Política circulam as mais contraditórias manifestações, ora marcadas pelo ceticismo, ora impregnadas de boa-fé.
Em texto memorável a respeito do sufrágio, o escritor e Ministro da Justiça do Império José de Alencar (1829-1877) nos diz que “o voto não é, como pretendem muitos, um direito político, é mais do que isso, é uma fração da soberania nacional; é o cidadão” (Systema Representativo, Brasília: Senado Federal, 1996, p. 75. Itálicos meus).
Na madrugada do último sábado, acompanhei a fecunda e lúcida entrevista do Senador Alvaro Dias (do Podemos) ao jornalista Claudio Dantas por meio do confiável e eficiente blogue O antagonista. Os mais variados e complexos assuntos que envolvem as múltiplas e infinitas atribuições da presidência foram tratados com absoluta clareza, extensão e rara noção de competência. O ex-Governador do Paraná (1987-1991), que recebeu o maior reconhecimento público pela ética, dinâmica e eficiente administração demonstrou que tem todas as qualidades morais e intelectuais para retirar o nosso país do teatro do absurdo que estamos vendo e por ele sacrificados.
Tenho essa irredutível impressão decorrente da convivência funcional como Secretário de Estado da Cultura nomeado por sua livre opção e que o acompanhou durante toda a extensão de seu notável mandato e ilibada reputação. Tais requisitos são próprios do político-estadista que faz do mandato um compromisso para atender demandas do presente, pensando e agindo também com os olhos no futuro”.



←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores