Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

Programa “A Hora do João” ganha transmissão ao vivo no Facebook

Facebook do Apresentador O presidente estadual do MDB, o ex-deputado João Arruda, que voltou para a o rádio no início do ano, aderiu de...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Em Fórum da ONU, Cida apresenta ações do Paraná

O Paraná participa do Fórum de Alto Nível Político sobre Desenvolvimento Sustentável, que acontece em Nova Iorque. O evento é promovido pelas Nações Unidas para acompanhar o avanço da Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e reúne representantes de 47 países. Começou no dia 9 de julho e segue até esta quarta-feira (18).
Nesta terça-feira (17), a governadora Cida Borghetti participou de um painel sobre inovações locais para implantação dos ODS e apresentou as ações promovidas pelo Paraná para avançar nas metas propostas pela ONU. “Trabalhamos com lideranças municipais e famílias para construir políticas públicas de longo prazo sobre desenvolvimento sustentável, erradicação da pobreza e empoderamento de pessoas, a fim de transformar o compromisso da Agenda 2030 em ação efetiva”, afirmou a governadora.
O Paraná, ressaltou Cida Borghetti, incorpora a Agenda 2030 como um instrumento de planejamento para as políticas públicas e programas de desenvolvimento. “O Paraná é um exemplo em ações para atingir a sustentabilidade. Fomos o primeiro estado brasileiro a aderir às metas globais da ONU. Também adotamos novas ferramentas para monitorar a implementação das ODS”, disse Cida. Ela citou o desenvolvimento de soluções tecnológicas como o Business Inteligence e o Banco de Boas Práticas para a gestão integrada e compartilhada de indicadores de dados do Estado e dos municípios.
O painel reuniu, além da governadora do Paraná, o ministro das Famílias, Crianças e Desenvolvimento Social do Canadá, Adam Vaughan; o fundador do Open Institute (Quênia), Al Kags; o prefeito de Pittsburgh (EUA), Bill Peduto; a presidente e CEO do World Council on City Data e diretora do Instituto Cidades Globais da Universidade de Toronto, Patricia McCarney; o prefeito de Sória (Espanha), Carlos Matínez; a chefe de gestão de programa da Comissão Econômica das Nações Unidas para a Europa, Catherine Haswell; o vice-prefeito de Shizuoka (Japão), Yujin Minobe; e a CEO da Vodacon Tanzania, Sylvia Mulinge. O debate foi mediado pelo CEO do Blended Capital Group, Paul Clements-Hunt.
DE OLHO NOS ODS – Por meio do projeto Paraná de Olho nos ODS, o Estado integra estratégias e ações para a municipalização das metas das Nações Unidas, com o apoio a políticas públicas e projetos alinhados com os ODS nos 399 municípios paranaenses. As ações envolvem o poder público, o setor privado, a sociedade civil e as instituições de ensino superior.
Outro eixo do projeto está relacionado ao monitoramento, avaliação e controle do setor público. Para isso, são estabelecidos processos e modelos para controle interno, externo e social baseados nos ODS. Esses processos e modelos reforçam a transparência e coerência das políticas públicas através do orçamento público.
COMPROMISSO – O secretário estadual do Desenvolvimento Urbano, Silvio Barros, que também acompanha o evento, lembrou que o Paraná é protagonista histórico no compromisso das Agendas Globais da ONU para o Desenvolvimento Sustentável. Ele explicou que o Estado foi convidado pelo Pacto Global e pelo programa Cidades do Pacto Global a apresentar seus avanços na localização e implantação da Agenda 2030 e dos 17 ODS no Estado e nos municípios.
O Estado, afirmou Barros, está incentivando as universidades, municípios e fornecedores de órgãos estatais a aderirem ao Pacto Global, ao Programa Cidades e aos ODS. “Também reforçamos a comunicação para correlacionar as obras e ações do Estado com os ODS, para levar esta agenda mais perto da população. O próximo passo será estabelecer uma política específica para institucionalizar a Agenda 2030 no Estado do Paraná”, afirmou.
No ano passado, em uma parceria entre Copel, o Paranacidade e o Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social (Cedes), o Paraná assumiu a liderança global ao sediar institucionalmente o Centro Brasil Sul do Programa Cidades. Instalado na Copel, o centro atua na expansão e convergência das ações e projetos relacionados à Agenda 2030 nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
O Estado também foi convidado a formar o primeiro Hub da Agenda 2030 do Brasil, que tem o objetivo de ser um centro dinâmico de expansão, convergência das ações de implementação da Agenda 2030. A ideia é estabelecer uma governança multinível e multissetorial das iniciativas do governo, do setor privado, da sociedade civil e das universidades na disseminação e implementação dos ODS em todo o Paraná.
FÓRUM – Os 47 países participantes do fórum apresentaram as avaliações da implantação dos ODS, com foco no tema “Transformação por meio de sociedades sustentáveis e resilientes”. Seis objetivos centrais foram destacados: água potável e saneamento; energia limpa e acessível; cidades e comunidades sustentáveis; consumo e produção responsáveis; vida terrestre e parcerias e meios de implementação.
Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável foram lançados em setembro de 2015, como um avanço dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio propostos pela ONU em 1999. São divididos em 169 metas a serem alcançadas até 2030. A chamada Agenda 2030 foi adotada pelos líderes mundiais de 193 estados-membros da ONU, com o objetivo colocar o mundo em um caminho mais sustentável, incentivando ações em áreas fundamentais para a humanidade: as Pessoas, o Planeta, a Paz, a Prosperidade e as Parcerias.




_______________________________________________________________________________



Ontem, aqui em Nova Iorque, ainda participei de um painel da Agência Nacional das Águas que fez o balanço do Fórum Mundial da Água que ocorreu em Brasília. Foi um evento muito importante para discussão do tema em nosso país, em que eu também estive, pois acredito que os governantes devem estar atentos a todas questões ambientais, e nosso bem maior, a água. Aqui no Fórum, eu falei sobre o nosso compromisso na revitalização do Rio Iguaçu e na ampliação do saneamento em nosso Estado.

________________________________________________________________________
Estou no Estados Unidos para buscar recursos internacionais que vão impactar diretamente a vida dos paranaenses, com mais obras, geração de empregos e renda em nossos municípios. 

Estive no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para negociar uma nova linha de crédito de US$ 118 milhões para obras de infraestrutura e melhorias nas gestões municipais.

 E mais..✔️No Banco Mundial também discutimos as ações relacionadas ao empréstimo para o Estado. Tenho certeza que vamos alcançar bons resultados, com a redução da mortalidade materna e infantil, ampliação dos investimentos nas escolas, apoio aos produtores rurais, modernização dos licenciamentos ambientais, capacitação dos servidores e fortalecimento da prevenção de desastres. Estamos empenhados e buscando apoios importantes que vão ajudar o Paraná ser ainda melhor.

Desenvolvimento: Cida busca recursos internacionais para obras nos municípios
A governadora Cida Borghetti cumpriu nos Estados Unidos uma agenda que busca atrair novos recursos para a realização de obras e programas no Paraná. Em Washington, ela se reuniu com dirigentes do Banco Mundial (Bird) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), duas das principais instituições internacionais que financiam projetos do setor público.
No BID, a governadora negociou uma nova linha de crédito, no valor de US$ 118 milhões (aproximadamente R$ 450 milhões), para o chamado Paraná Urbano III. Os recursos são para obras e outros projetos desenvolvidos pelas prefeituras paranaenses por meio do Sistema de Financiamento de Ações nos Municípios (SFM), que é gerido pelo Governo do Estado. O Paraná Urbano II, que está chegando ao fim, teve apoio do banco, que liberou US$ 100 milhões ao Estado.
“É um processo que vem sendo construído há meses. Precisamos ajustar alguns detalhes para que o novo projeto seja aprovado pela diretoria do Banco e pelos órgãos federais brasileiros. São recursos para projetos que melhoram as vidas das pessoas”, disse a governadora Cida Borghetti após encontro com o coordenador das operações do BID no Cone Sul, Ricardo Quiroga, e o diretor executivo da instituição, Frederico Jayme Jr. A reunião foi acompanhada pelo secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Silvio Barros, o consultor Artur de Lacerda, e o assessor da embaixada brasileira em Washington, Diogo Coelho.
MULTISSETORIAL
A governadora Cida Borghetti também esteve com a diretoria do Banco Mundial (Bird). A agenda envolveu negociações de uma nova linha de crédito, além de um balanço da aplicação dos US$ 350 milhões (aproximadamente R$ 1,3 bilhão) para a realização do Projeto Multissetorial para o Desenvolvimento do Paraná, que tem financiamento da instituição internacional.
Até agora, já foram aplicados no projeto 86% do valor contratado junto ao Bird (R$ 1,15 bilhão). Os recursos permitiram a realização de nove programas envolvendo saúde, educação, meio ambiente e agricultura. Entre eles o Mãe Paranaense, a Rede de Urgência e Emergência, o Pro-Rural e o Renova Escola.
OPORTUNIDADES NO PARANÁ
Um dos compromissos da governadora Cida Borghetti em Washington foi uma reunião com o embaixador brasileiro nos Estados Unidos, Sérgio Amaral. No encontro, ela apresentou um panorama da economia do Paraná, falou dos investimentos públicos que estão sendo realizados pelo governo e detalhou as oportunidades que existem no Estado para empreendedores privados, que contam com o apoio do programa Paraná Competitivo.
“O Paraná tem infraestrutura moderna e em expansão, mão de obra qualificada, universidades de qualidade e um dos melhores programas para atração de investimentos privados que é o Paraná Competitivo”, explicou a governadora, que nesta terça participa da Cúpula de Desenvolvimento Sustentável na ONU, em Nova York.

Acompanhada do competente Secretário da SEDU Silvio Barros a Governadora lutando por todos os Paranaenses na terra do Trump. A comitiva que acompanha  a Cida não para um minuto. 

←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores