Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

Programa “A Hora do João” ganha transmissão ao vivo no Facebook

Facebook do Apresentador O presidente estadual do MDB, o ex-deputado João Arruda, que voltou para a o rádio no início do ano, aderiu de...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Sucesso 10ª Edição do lançamento biografia " Vozes do Paraná " do Jornalista Aroldo Murá


O jornalista e escritor, Aroldo Murá, lançou no Palácio Garibaldi, em Curitiba, o décimo volume da edição Vozes do Paraná. “Com precisão verbal apurada no dia a dia febril das redações, no esforço incessante de apreender logo aquilo que é efetivamente essencial, o jornalista Aroldo Murá transformou-se no observador e resenhista atento da vida das pessoas que agem, pensam e fazem o Paraná”, pon tua o escritor Hélio Puglielli, em brilhante texto sobre o trabalho do professor Aroldo.

“Vindo do texto jornalístico, transitou para o nível mais alto do ensaio. Muito mais do que “flashes” de reportagem, os pequenos retratos biográficos com que compõe seus “Vozes do Paraná”, agora no décimo volume, são pequenas obras literárias. Cada uma é síntese de breve narrativa e análise existencial, fixando características marcantes e realçando as principais linhas dos papéis desempenhados pelos retratados. 

Em todas elas se percebe a marca de quem, além de dedicar a vida inteira ao jornalismo, preocupa-se com o indecifrável mistério do destino humano. Essa preocupação levou Aroldo, cristão fervoroso, a aprofundar-se em estudos de problemas teológicos e história das religiões. Sem ser “leitor de um livro só”, ao contrário dos que sucumbem ao auto-enclausuramento dentro de suas próprias convicções, acumulou vasta cultura, eclética, e soube tirar conclusões filosóficas de sua própria experiência de vida. Somente alguém assim é capaz de analisar outras vidas. Defensor aguerrido da fé católica, civilizadamente convive com pastores, rabinos e representantes de outros credos ou não-credos, sem qualquer dificuldade ou preconceito. 

Trata crentes e não-crentes com o mesmo respeito. E só alguém assim poderia fazer retratos com serenidade e isenção, estando aberto para o vasto mundo das diferenças e contradições. O moço gaúcho que se tornou paranaense ainda menino, quando o pai, “seu” Manoel, foi transferido para cá, é hoje aquele que melhor compreende a gente de nosso Estado.


Como jornalista está acompanhando, há meio século, tudo o que se passa entre nós. Viu o Paraná mudar, viu os paranaenses mudarem. É, assim, com visão calibrada pela consciência do efêmero, somada à fé na perenidade do que é fundamental, que interpreta o essencial da vida de cada um dos que retrata em sua série de livros.


Os povos primitivos, no contato inicial com o homem branco, temiam que as máquinas fotográficas fossem um instrumento para lhes roubar a alma. Com sensibilidade telúrica, bem depressa intuiriam, diante de Aroldo Murá, que nesse sentido nada teriam a temer. O “fotógrafo de vidas” Aroldo Murá capta, mas não rouba a alma de ninguém, enriquecendo tanto os biografados quanto os leitores, com uma visão nova, um ângulo diferente e um registro destinado a permanecer.


“VOZES DO PARANÁ” CELEBRA DEZ ANOS APONTANDO OS “GRANDES PORTA-VOZES DO PARANÁ”
Foto: René Dotti, Clèmerson Clève, Cida Borghetti, Cícero Urban, Euclides Scalco, Orlando Pessuti, Fábio Campana, Jaime Lerner
Uma zelosa e especial equipe, liderada pelo editor e artista plástico, designer gráfico, redator
e “fac totum” de obras digitais Jubal Sergio Dohms trabalhou a semana toda para garantir que será memorável o lançamento da décima edição da coleção de livros “Vozes do Paraná, Retratos de Paranaenses”, segunda, 25, na Sociedade Garibaldi, setor Histórico de Curitiba. A partir de 19h40, com a cerimônia de abertura da noite.
“GRANDES PORTA-VOZES”
O grande encontro do autor – eu, no caso – e colaboradores do livro com alguns de seus personagens, vai ganhar tonalidade especial e histórica:
Haverá também diplomação de 14 deles com o título de “Grandes Porta-Vozes do Paraná”. São personagens de edições anteriores do livro, e sintetizam as melhores expressões paranaenses em diversas áreas de atividade. Jaime Lerner, por exemplo, é um deles. Outro, a governadora Cida Borghetti.
Dentre outros, serão diplomados ainda: René Dotti e Clèmerson Clève, da área do Direito; Fabio Campana, jornalista; João Elísio Ferraz de Campos e Orlando Pessuti, ex-governadores., Euclides Scalco, ex-ministro da República; Wilson Picler, educador e empreendedor; Cícero de Andrade Urban, Medicina.
JORNAL E VÍDEO
Haverá ainda a distribuição de edição especial do jornal mensal UNIVERSIDADE dedicada a mostrar os “Porta-vozes do Paraná”, com textos e fotos preparados para a ocasião.
Carlos Marassi, jornalista e o nosso mais acatado mestre de cerimônias em grandes eventos, além de dirigir a programação da noite, exibirá um vídeo de 15 minutos, que produziu e dirigiu. O documento mostra a trajetória o livro, com a nominação e apresentação de todos os personagens, conteúdo que igualmente incluirá depoimentos de jornalistas sobre o livro.
As vendas da noite reverterão em parte para obras sociais e culturais do Instituto Ciência e Fé de Curitiba. Cartões de crédito e de bancos serão aceitos.


Bruxo Chik Jeitoso PRB pré candidato a Deputado Estadual foi levar sua energia positiva para o Jornalista. 
https://www.facebook.com/aroldomuraghaygert/videos/1784320308281983/




Dotti, sobre Vozes 10: ‘Tempos passam, lembranças permanecem’
Impossível não registrar a mensagem que o jurista e professor René Ariel Dotti me enviou a propósito da noite de lançamento do volume 10 da coleção de livros Vozes do Paraná, quando também ocorreu a diplomação dos Grandes Porta-Vozes do Paraná.
Num trecho da manifestação, Dotti é definitivo: “Ao fim e ao cabo, ficam a capacidade de cuidar do passado e do presente de personalidades eleitas por suas pessoais virtudes.
Palavras e imagens de paranaenses que o tempo não esmaece. “Afinal, les temps passe; les souvenirs restent”.
TUDO A CELEBRAR
“Caro AROLDO Você tem tudo para comemorar as noites da Memória e do Civismo. O grande número de convidados, apesar da sedução de outros eventos ou ficar refém da televisão – “essa máquina de fazer doido”, como dizia e diz ainda, o imortal Stanislaw Ponte Preta (Sérgio Porto), a melhor opção seria mesmo comparecer como testemunha de um acontecimento paranista em sua melhor feição. Muito obrigado!
ÁLBUNS DE FAMÍLIA
O livro (Vozes do Paraná 10), concebido e produzido com o aprimoramento dos Álbuns de Família e a premiação para os destaques de personalidades de nosso Estado (*), completaram-se numa vigorosa afirmação cívica.
Tudo foi muito bem organizado. As apresentações, com a sonoridade e a dicção perfeitas de Carlos Marassi e o texto de exemplar redação, aliada aos componentes das histórias individuais, pode-se dizer prenderam a atenção de todos, fato raro em reuniões de grandes auditórios.
CUIDAR DO PASSADO
Ao fim e ao cabo, ficam a capacidade de cuidar do passado e do presente de personalidades eleitas por suas pessoais virtudes.
Palavras e imagens de paranaenses que o tempo não esmaece.
“Afinal, les temps passe; les souvenirs restent “
Que Deus o mantenha com o entusiasmo – combustível da alma – e a esperança que como nos diz o Padre Vieira é a – mais doce companheira da alma!”
RENÉ ARIEL DOTTI, Curitiba
(*) Nossa observação: os nominados destaques foram as diplomações de Grandes Porta-Vozes o Paraná, que aconteceram junto com o lançamento do livro



Lançamento do livro VOZES DO PARANÁ 10 - Retratos de Paranaenses e diplomação dos GRANDES PORTA-VOZES DO PARANÁ, 1ª Edição, realizados na Sociedade Garibaldi no dia 25 de junho de 2018.
Edição e produção: Wasyl Stuparyk
Narração e roteiro: Carlos Marassi
Revisão: André Nunes


COMEÇO COM “IMAGO”
Quando o jornalista Aroldo Murá escreveu a série de perfis “Imago”, em 2008, para a Revista Ideias, não tinha noção do tamanho e relevância que aquele projeto de retratar paranaenses de destaque em suas áreas de atuação ganharia ao longo da próxima década. Com a marca de 240 personagens retratados, a coleção “Vozes do Paraná” chega no dia 25 de junho à sua décima edição, com lançamento aberto ao público no Palácio Garibaldi (Alto São Francisco, Curitiba). Parte da renda da noite será revertida às obras sociais do Instituto Ciência e Fé de Curitiba.
A décima edição da coleção “Vozes do Paraná – Retratos de Paranaenses” traz 21 perfis biográficos que abordam a trajetória profissional dos personagens e aspectos curiosos da vida familiar e pessoal de cada um. Os perfis apresentam uma breve passagem genealógica retrospectiva aliada a um trabalho jornalístico de prospecção, que são a marca de seu autor, com 78 anos e quase 60 de atividade jornalística.


QUEM SÃO OS PORTA=VOZES
Em meio a este mosaico único da história moderna do Paraná, 13 personalidades retratadas ao longo dos dez anos de “Vozes do Paraná” ganharão uma homenagem especial: o diploma “Grandes Porta-Vozes do Paraná”, que será entregue à governadora Cida Borghetti, aos ex-governadores Jaime Lerner, Orlando Pessuti e João Elísio Ferraz de Campos; aos juristas René Dotti e Clèmerson Merlin Clève; ao ex-ministro Euclides Scalco; ao advogado Luiz Fernando de Queiroz e sua esposa, Ellin Queiroz; ao médico e professor Cicero de Andrade Urban; ao radialista e deputado Luiz Carlos Martins; ao professor e empresário Wilson Picler; e ao jornalista Fábio Campana. Também será homenageado in memoriam o professor Belmiro Valverde Jobim Castor, falecido em 2014.
PARANÁ DE HOJE
O volume 10 do “Vozes do Paraná” contém boa amostra dos que fazem o Paraná de hoje: o escultor e líder sindical histórico Espedito Oliveira da Rocha (in memoriam); o vereador Bruno Pessuti e o empreendedor Pedro Duarte (jovens da Nova Geração); a professora Cecília Lopes da Silva e o fotógrafo Dimitry Kozemjaki; o publicitário Claudio Loureiro; os jornalistas Edson Militão e Toninho Vaz; os empresários Ferdinando Scheffer, Gláucio De Mio Geara, Hélio Bruck Rotenberg e Ottilio Monaco; o fundador do Grupo RIC, Mário Petrelli; os médicos José Candido Muricy e Karina Furlan Anselmi; o professor Luiz Gonzaga Paul e o escritor João Manuel Simões; a artista plástica Doralice Zanetti; os advogados Francisco Zardo e Hélio Gomes Coelho Júnior; e o odontopediatra e político Edson Gradia.
Lançamento: “Vozes do Paraná 10 – Retratos de Paranaenses”
Contatos: aroldo@cienciaefe.org.br
(41) 3243-2530 (Aroldo Murá)







































Décima edição lançada na noite da primeira diplomação aos Grandes Porta-Vozes do Paraná.
Créditos: Annelize Tozetto Fotografia e Gabriel Maçã



←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores