Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

O Bruxo Chik Jeitoso presta depoimento para o Juiz Fernando Fischer

O Bruxo Chik Jeitoso presta depoimento para o Juiz Fernando Fischer na última segunda-feira dia 22/10/2018.  Excelentíssimo  Sr Juiz da 8° ...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images


sexta-feira, 31 de agosto de 2018

João Arruda MDB já é um fenômeno um mito nós 399 municípios do Paraná


Com a foto de Eduardo Matysiak  o candidato ao Governo do Paraná já lota todas as reuniões no Paraná, novas pesquisas já estão na rua e também sua campanha pega força de uma em uma hora tudo cresce de maneira assustadora, até a futura primeira dama do Paranoá Paola Malucelli não tem preguiça de  juntos com seus filhos pedir voto para seu marido, e preparou um projeto social para fazer a diferença.  Família de verdade criado com ética, valores e princípios que não podem ser  questionados.  

Arruda já é considerado o verdadeiro  novo que o Paraná precisa, sem demagogia e sem ego nem vaidade se transformou num mito num fenômeno de alavancar multidões por onde passa. Nós 399 municípios seu  já é um mantra e sua agenda se transformou em lição de casa. Com uma ferrari que é o Paraná e ele sendo um Ayrton Senna está preparado  para pilotar este projeto inovador diz seus assessores e correlegionários mais próximos. Até nas Pesquisas registradas ele apareceu muito bem em três dias de lançamento da sua campanha, nas Previsões do melhor Guru Vidente Mago Chik Jeitoso Arruda vai para o segundo turno já com a Cida. 

________________________________________________________________________________



Entrevista na Rádio T News de Ponta Grossa, com João Arruda, o Governador de Todos. 
“Richa quebrou o Paraná e depois fez arrocho fiscal com apoio do Ratinho Junior e da Cida”, diz João Arruda
Em entrevista à Rádio T e ao Blog da Mareli Martins nesta sexta-feira (31), o candidato ao Governo do Paraná, João Arruda (MDB), criticou o ex-governador e candidato ao Senado, Beto Richa (PSDB), por ter penalizado a população do estado com aumento de impostos.
João estendeu a crítica aos seus concorrentes na disputa ao governo, Cida Borghetti (PP) e Ratinho Jr (PSD).
“O governo Richa quebrou as finanças do Paraná no primeiro governo. E depois pra tentar consertar, penalizou a população subindo impostos, fazendo o arrocho fiscal. E fez isso com o apoio do Ratinho Jr. e da Cida Borghetti, que faziam parte do governo. Eles quebraram o estado e quem pagou foram os paranaenses”, disse João Arruda.
O candidato do MDB destacou que no seu governo não haverá arrocho fiscal. “Nós não vamos subir nenhum tipo de imposto, pois a população não suporta mais as altas cargas tributárias. No meu governo faremos uma revisão de custeio, criando um ambiente saudável para as empresas do Paraná, acabando com o arrocho fiscal”. Clique no link para ouvir a entrevista! (foto: Luciane Navarro)

__________________________________________________________________________________





João Arruda inaugura comitês "Casa de TODOS" na região de Curitiba.



____________________________________________________________________________________________________________







Cida uma mulher de verdade e de família para os paranaenses

Superando os preconceitos machistas,  a Governadora trabalha de Domingo a Domingo para buscar sua reeleição como a primeira mulher Governadora do Paraná. Seu assessor pessoal e que acreditou nela antes de todo mundo seu marido Ricardo Barros que foi o melhor Ministro da Saúde do Brasil não aposta em cavalo azarão. Barros tinha 3% como candidato a Prefeito de Maringa e nas urnas foi eleito com votação esmagadora. Agora depois de apostar num projeto do passado aonde ninguém acreditou apostou com humildade em seu partido e sua esposa ser vice Governadora que hoje é Governadora que agora vai para reeleição. Família de Brasão que respeita o sobrenome somado até hoje. Um ser de uma humildade e luz que está encantando  o Paraná. Um detalhe que os mais atentos observaram se a Cida é o que é e porque teve oportunidade dentro de casa. Uma mulher de fibra e punhos de aço respeitando seu espaço e dos Parananenses. Nas pesquisas registradas ela cresce assuadoramente e nas Previsões do melhor vidente mago guru do Mundo Chik Jeitoso ela aparece no segundo turno com Arruda do MDB, uma mulher que faz a diferença.

_______________________________________________________________________________

                                          Cida propaganda passa de 190 mil visualizações

________________________________________________________________________________





Paraná segue firme e forte, diz Cida


No seu primeiro programa eleitoral de TV nesta sexta-feira, 31, a governadora Cida Borghetti destacou as ações de governo que alçaram o Parana como terceiro estado mais eficiente do Brasil e que paga os salários e fornecedores em dia, mas que precisa avançar mais.

_______________________________________________________________________________________________




Em Foz do Iguaçu, obra do viaduto da Costa e Silva começa nas próximas semanas


A ordem de serviço para o início das obras do viaduto entre a BR 277 e a avenida Costa e Silva, em Foz do Iguaçu será assinada nas próximas semanas. A governadora e candidata à reeleição Cida Borghetti garantiu, em encontro com empresários e lideranças da cidade, que os trabalhos começam em aproximadamente 30 dias.
Obra esperada há mais de 20 anos, vai resolver um gargalo viário em direção à fronteira com o Paraguai, principalmente nos horários de pico, e facilitar o acesso à região e bairros da região Norte do município. O projeto foi doado pelo Fundo Iguaçu. “Os recursos para esta importante obra estão garantidos nos cofres do Estado e acredito que em poucos dias assinaremos a ordem de serviços para que a obra se torne uma realidade em Foz do Iguaçu”, disse a governadora.
O projeto prevê a execução dos serviços para adequação de capacidade da interação entre a BR-277 e a Avenida Costa e Silva, numa extensão de um quilômetro. De acordo com a governadora, a BR-277 será elevada, permitindo que embaixo dela seja construída uma rotatória, o que possibilitará separar o trânsito da rodovia do urbano e garantirá mais segurança aos usuários.
O Estado investirá R$ 15,8 milhões na obra que tem duração prevista de 18 meses. A empresa vencedora da licitação foi a Engenharia e Construções CSO Ltda.) propôs R$ 15,8 milhões. O resultado foi publicado no Diário Oficial do Estado do dia 23 de agosto.
Batizado de Lyrio Bertoli, o viaduto homenageia o ex-deputado e um dos pioneiros do oeste paranaense, que morreu recentemente em Foz do Iguaçu.

____________________________________________________________________________________________

Cida vistoria obras na PR-445 em Londrina


A governadora Cida Borghetti vistoria nesta sexta-feira (31), as obras de duplicação da PR-445, no trecho entre Londrina e o distrito de Irerê, no Norte do Paraná. Com recursos próprios, o Estado investe R$ 93,4 milhões na duplicação de 15,2 quilômetros e os trabalhos começaram no dia 25 de junho.
A vistoria começa às 16h30, próximo à ponte do Ribeirão Cafezal.
SERVIÇO
Data: sexta-feira (31.08)
Horário: 16h30
Local: PR-445 – entre Londrina e o distrito de Irerê
Próximo à ponte do Ribeirão Cafezal.

______________________________________________________________________________________________

Em Foz do Iguaçu, Cida garante segunda ponte Brasil -Paraguai


A segunda ponte que liga Brasil e Paraguai por Foz do Iguaçu vai sair do papel. A governadora e candidata à reeleição Cida Borghetti confirmou nesta quinta-feira (30) a construção da ponte e e do viaduto na Avenida Costa e Silva na entrada da cidade. “A segunda ponte entre Brasil e Paraguai é uma realidade. Os trâmites já foram iniciados e a obra vai acontecer”, garantiu Cida durante encontro no Codefoz (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu).
“Este é um assunto tratado com muita atenção pelo Governo do Estado”, completou. A ponte de fronteira é uma das reivindicações apresentadas pelo conselho à candidatada. A Itaipu Binacional financiará a obra que será executada pelo governo do paraguaio.
Cida garantiu também que o viaduto da avenida Costa e Silva, outra reivindicação, já é uma realidade para Foz do Iguaçu. “Dentro de poucas semanas a ordem de serviços para o início das obras será assinada”, afirmou.
Demandas – Além delas, o Codefoz pede uma série de medidas para fomentar o crescimento socioeconômico da região. Como a criação de um corredor logístico com a ampliação da pista de pouso e decolagem do aeroporto Internacional Cataratas, duplicação das BRs 469 e 277, novo modelo de concessão de pedágios e viabilização da Interconexão Ferroviária entre Brasil e Paraguai.
A governadora e o candidato a vice coronel Malucelli assinaram a carta de compromisso. Cida ressaltou que boa parte das reivindicações já estão sendo atendidas antes mesmo de receber a demanda. “A cidade de Foz do Iguaçu e referência para o mundo e nós precisamos fazer a nossa parte para dar condições para quem mora aqui e para receber os visitantes”, disse destacando que somente o Parque Nacional do Iguaçu recebeu cerca de 1 milhão de visitantes por ano.
Cida destacou que as obras do aeroporto já estão sendo discutidas, inclusive terá aportes federais e que o governo do Estado já autorizou a construção do novo aeroporto do Oeste em Cascavel. “Criará novas oportunidades de crescimento para essa região que é tão pujante”, disse. O dinheiro para a desapropriação da área que abrigará o aeroporto já foi depositado e a Itaipu brasileira doará o projeto de engenharia.
Ferrovia – Além disso a governadora apresentou brevemente o novo traçado ferroviário do Estado, que terá cerca de 1000 km de estrada de ferro de Dourados (MS) a Paranaguá.
O presidente do Codefoz, Mario Alberto Chaise de Camargo, afirmou que a participação de Cida superou as expectativas. “Estávamos aguardando a presença da governadora e ficamos muito satisfeitos com as propostas e projetos apresentados. Há muita coisa já em andamento que vem ao encontro do que solicitamos”, disse,

____________________________________________________________________________________________

Cida garante integração do transporte coletivo nas regiões metropolitanas


A reintegração do transporte coletivo da Região Metropolitana de Curitiba já é realidade e cresce a cada dia, disse a governadora e candidata à reeleição Cida Borghetti que garantiu o apoio do Estado à prefeitura de Curitiba. Cida garantiu a expansão deste sistema para outras regiões metropolitanas do Paraná. “A conurbação das cidades é inevitável e a integração do transporte coletivo se tornou fundamental para garantir o direito de ir e vir a um preço justo”, afirmou Cida nesta quinta-feira, 30, durante caminhada no terminal de ônibus de Almirante Tamandaré.
A proposta de Cida Borghetti – quando deputada aprovou a lei que regulamenta as regiões metropolitanas do Paraná – garante o suporte técnico e financeiro do Estado para a integração das linhas dos grandes centros que já atuam nos polos como Ponta Grossa, Londrina, Maringá, Cascavel e Guarapuava. “Esta área terá muita atenção do nosso governo, que já tem a característica do municipalismo. É um tema em que não se pode ver a cor partidária e sim os benefícios ao usuário”, declarou.
CURITIBA – Em Curitiba, a integração voltou a fazer parte da rotina dos usuários em 2017, de lá para cá, sete linhas foram reintegradas. A mais recente é a Cachoeira/ Caiuá que voltou a circular no último sábado, 25.
Já são mais de 60 mil usuários beneficiados entre as linhas Colombo/CIC, Araucária/CIC, Angélica/CIC, PUC/Fazenda Rio Grande, Roça Grande/Santa Cândida e Quatro Barras/Santa Cândida.
O antigo ligeirinho Fazendinha/Tamandaré- que hoje é Cachoeira/ Caiuá atendia até 2014, quando foi desativado, quase 23 mil passageiros por dia útil. Depois da desintegração, a linha ficou dividida e para seguir viagem até o município vizinho os passageiros tinham de entrar em três ônibus. “Esta linha é um exemplo claro de como a integração impacta na vida das pessoas. Agora os usuários, que antes tomavam três ônibus para fazer o mesmo trajeto, terão mais tempo para outras atividades”, disse Cida.
NOVAS CONEXÕES – De acordo com Cida Borghetti, há estudos para integrar 20 novas conexões metropolitanas, com a possibilidade de linhas de cidades vizinhas utilizarem os corredores de transporte dos eixos estruturais e também a Linha Verde.
Os estudos apontarão a viabilidade de conexões viárias e novas linhas de integração com terminais nos municípios de Piraquara, São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Quitandinha, Campo Largo, Colombo, Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul e Araucária.
Hoje o transporte metropolitano atende diariamente 205 mil pessoas em 19 municípios da Grande Curitiba, sendo que 73% delas utilizam a Rede Integrada de Transporte (RIT), que atende a 14 municípios vizinhos à capital. Cerca de 450 mil passageiros, são transportados, entre ida e volta. “A grande Curitiba é uma só e a integração do transporte traz qualidade de vida”, afirmou.
SUBSÍDIO – O subsídio que o Governo do Estado oferece ao transporte coletivo da Região Metropolitana de Curitiba será mantido. Em julho, a governadora repassou R$ 71 milhões do Estado à prefeitura de Curitiba, esse recurso garante a manutenção da tarifa em R$ 4,25 e possibilita o avanço nos estudos para a ampliação da integração. Além disso, de acordo com a prefeitura será possível renovar a frota.

______________________________________________________________________________________________

Aqui no nosso Estado, a união das forças de segurança já é uma realidade. Esse reforço ajuda no combate aos crimes na fronteira entre Paraná, Paraguai e Argentina, enfrentando o contrabando de mercadorias, armas e o tráfico de drogas. Os investimentos em segurança na região são constantes, como a aeronave que implantamos para monitorar a região com rapidez e agilidade.

__________________________________________________________________________________

Hoje tivemos mais uma linda caminhada, dessa vez em Almirante Tamandaré. Foi um dia de muita energia em que pude conversar com a população. Convido você a se juntar a nós, fale com seus amigos e participe da caminhada do bem.
Nossos materiais já estão prontos, vamos levar nossa campanha para todos os cantos do Paraná. Nossa campanha é assim: voluntária e feita por pessoas como você. Fale comigo através do Whatsapp 41 98766 3641

________________________________________________________________________________

                                                   Cida lança Rádio 11 na sua campanha

_______________________________________________________________________________

                                                 Cida com a Rádio 11 inova na campanha

_________________________________________________________________________________






quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Candidato ao Governo do Paraná João Arruda MDB na Rádio T

          Prezados ouvintes da Rádio T

Por conta do horário eleitoral a edição estadual do Tnews será às 6h30, a partir desta sexta-feira (31). E o Tnews Regional começa às 7h25.

E na edição estadual do Tnews vamos começar uma série de entrevistas com os candidatos ao Governo do Paraná.

Nesta sexta-feira, às 6h35, vamos conversar com o candidato João Arruda (MDB). 


Ouçam a Rádio T em qualquer uma das nossas frequências ou pela internet: http://www2.radiot.com.br/ouvir/


A excepcional Radialista e Blogueira Mareli Martins informa que Arruda é seu entrevistado desta Sexta Feira pela manhã. https://marelimartins.com.br/2018/08/20/eleicoes-2018-joao-arruda-requiao-julio-kuller-e-pauliki-juntos-no-mesmo-palanque/







Cantor e apresentador Alysom Brasil é candidato a deputado federal

Em 2018 novos nomes surgem no cenário político estadual e nacional e prometem acabar com as velhas práticas de administração pública. Após tantos escândalos de corrupção o que o brasileiro quer é mudança, e isso só será possível, elegendo representantes compromissados em fazer a diferença.
O candidato a Deputado Federal pelo Partido Progressista (PP), Alysom Brasil, é um exemplo disso, ele entra para a política com propostas inovadoras na área da cultura, agronegócio, geração de emprego e renda, saúde e educação. E uma das suas pautas prioritárias que faz questão de destacar é a população idosa.
Há 15 anos Alyssom é produtor e realizador do evento Miss Curitiba da Melhor Idade, que valoriza os idosos e oportuniza momentos inesquecíveis de alegria, amizade e diversão. “Em tantos anos realizando esse projeto aprendi muito, principalmente que o idoso precisa ser mais valorizado. Sinto que através do evento colaborei para melhorar a autoestima e confiança de muitos deles”, relata o candidato. Já participaram dos desfiles mais de 3 mil senhoras que levaram a família, amigos e milhares de pessoas a prestigiarem o evento.
E o menino que saiu das ruas não parou por aí, há alguns anos ele é o idealizador e apresentador do programa de tevê “Modão do Brasil”, exibido em rede estadual. Seu objetivo sempre foi valorizar a música caipira e sertaneja, divulgando cantores e duplas paranaenses. Alysom conquistou uma legião de fãs e amigos e o sucesso do programa é tão grande, que a atração além de ser gravada em estúdio, ganhou os palcos da estrada com uma caravana itinerante que passou por diversos municípios do Paraná, dando a oportunidade para mais de 5 mil artistas através da televisão.
Alysom é um homem de fé, que já batalhou muito nesta vida. Ele sabe que a conquista exige muita luta, que para a mudança acontecer é necessário novas ideias, coragem, vontade e dedicação e é isso que ele promete fazer ao ser eleito. “Quero brigar pelos direitos do cidadão, especialmente da população idosa, vou lutar pela valorização da cultura regional, por um estado mais justo, com menos privilégios e mais geração de renda, educação e saúde.”
Por todos esses motivos, é que o apresentador e cantor Alysom Brasil, que é casado, pai de quatro meninas e avô de dois netos, aceita pela primeira vez o desafio de entrar na vida pública. Ele é candidato à Deputado Federal com o número 1177.

_______________________________________________________________________________________________

Em Foz do Iguaçu, Cida encontra com ministro das Cidades e entrega mil títulos fundiários


A governadora Cida Borghetti se encontra nesta quinta-feira, 30, em Foz do Iguaçu, com o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e entrega mil títulos fundiários, além de lançar novo empreendimento habitacional. O encontro de Cida e Baldy será às 15h30 na Escola Municipal Irio Manganelli. O prefeito da cidade, Chico Brasileiro, participa do evento.
Além da entrega dos mil títulos de regularização fundiária, Cida e os diretores da Cohapar assinam termos de adesão para implantação de empreendimentos habitacionais em Foz do Iguaçu, Palotina, Quedas do Iguaçu, Santa Teresa do Oeste, São Jose das Palmeiras, São Miguel do Iguaçu; Cida também entrega aviso do edital de licitação do Condomínio do Idoso.

________________________________________________________________________________________________

Com o vice prefeito de Piraquara Professor Josimar. Obrigado pelo apoio meu amigo Tamo junto nesta caminhada. 

__________________________________________________________________________________

Em Carlopolis com amigos, lideranças e irmãos em Cristo. Obrigado pastor Marcos e atidos pelo apoio e carinho. 

_________________________________________________________________________________


E assim oficializamos hoje o nome de Alysom Brasil para candidato a Deputado Federal.
O menino que saiu das ruas para brilhar nos palcos, afinal o dom foi Deus quem deu.
Ficou tudo azul na convenção, e é só o começo de uma grande onda.
A ONDA DO BÃO TAMÉM!
Alysom Brasil é Federal!
Cida Governadora.

__________________________________________________________________________________


Assim terminamos nossa agenda corrida de domingo 8 eventos. Com 10 mil pessoas nos 370 anos de Paranagua-Pr. Só tenho agradecer por tanto carinho, credibilidade e reconhecimento do nosso trabalho 

__________________________________________________________________________________



Paraná não pode esquecer agressões aos professores, afirma Eliana Cortez disse vice do Arruda


A Professora Eliana Cortez, candidata a vice-governadora na chapa de João Arruda do MDB, participou na manhã desta quinta-feira (30), de uma mobilização no centro de Curitiba, que marcou os 30 anos violenta repressão aos professores durante o governo Alvaro Dias. O ato ficou marcado pela emoção ao recordar também o Massacre de 29 de abril de 2015 ainda no governo Beto Richa do PSDB.

"Essas manifestações nos lembram de momentos tristes, de muito sofrimento, mas são fundamentais para não deixar o Paraná esquecer das agressões praticadas contra os professores", disse Professora Eliana. “Esse é um momento também de luta por uma educação de qualidade”, ressaltou.

Os “30 Anos do 30 de Agosto” de 1998, organizado pela APP-Sindicato, começou com a concentração na Praça Santos Andrade. Educadores de várias regiões do Paraná foram a Curitiba relembrar os principais atos de violência contra os professores do Estado.

Percurso - Da Praça, professores partiram em caminhada pelas ruas centrais de Curitiba, até à Praça Nossa Senhora de Salete, em frente ao Palácio Iguaçu, já no Centro Cívico. Sementes de girassol foram distribuídas aos educadores. No percurso, paradas para pequenos manifestos.

Na Rua XV de Novembro, próximo a Boca Maldita, mulheres fizeram um ato contra o feminicídio. Na Catedral Basílica, na Praça Tiradentes, as sementes foram germinadas, para em seguida florescer na Praça do 19 de Dezembro.

Foto legenda (eliana cortez)
Professora Eliana: "Manifestações lembram momentos tristes, de sofrimento, mas não deixam o Paraná esquecer das agressões contra professores"
Foto: Eduardo Matysiak

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Pai Richa ao Senado filho Richa para Deputado Estadual, estão em campanha

Fernanda Richa  e o Beto Richa começou  o dia conversando com a equipe do hospital Angelina Caron. Referência em transplantes e cirurgias bariátricas, o HAC sempre contou com aporte de recursos do estado. Foram mais de R$ 48 milhões por ano. O Angelina Caron recebe mais de 420 mil pacientes por ano, 90% são do Sus. 



Visitei nesta manhã o Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul. Tive a oportunidade de conversar com pacientes e com os colaboradores do hospital, que durante minhas gestões como governador ampliou e qualificou o atendimento que presta à pessoas de vários municípios. Firmamos uma parceria sólida para reforçar o atendimento na área de saúde para a nossa gente. É esse trabalho eficiente, em favor dos paranaenses, que queremos levar para o Senado Federal. Muito obrigado, Dr. Marco Caron pela recepção e pelo apoio! Que tenhamos uma excelente quarta-feira!



                                                        Richa lança Jingle Senador

Visitei nesta tarde o Centro Multieventos de Fazenda Rio Grande. Local de encontro e diversão dos moradores da cidade, que nos acolheram com muita simpatia. Muito obrigado! Agradeço também a companhia e o apoio do prefeito Márcio Wozniack, do amigo Chico Santos, dos vereadores Julinho do Pesque, Dudu Santos e Rafael Campaner e do deputado federal Toninho Wandscheer. Manifestações como essas nos animam a acreditar ainda mais na luta para representar o Paraná no Senado Federal.







                                                  Caminhada Região Metropolitana




                                                                        Colombo










Presidente do TJPR empossa novos Juízes Substitutos



Na tarde desta sexta-feira (24/8), em cerimônia conduzida no auditório Pleno pelo Presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), Desembargador Renato Braga Bettega, tomaram posse 14 novos Juízes Substitutos, aprovados no último concurso público para a magistratura.
Dirigindo-se aos novos magistrados, o Presidente do TJPR parabenizou-os e afirmou que essa conquista certamente exigiu um enorme sacrifício de todos. Citando Gilberto Freyre, ele chamou a atenção para o fato de que o trabalho do magistrado requer um olhar atento à realidade social à sua volta. “Sem um fim social, o saber será a maior das futilidades. Lembrem sempre que serão os mais humildes aqueles que mais dependerão dos senhores.” O Desembargador Renato Bettega também afirmou que o ritmo de trabalho e as responsabilidades a que o magistrado está sujeito não podem desumanizá-lo.
Em seu discurso, o Presidente da Associação dos Magistrados do Paraná (AMAPAR), Juiz Geraldo Dutra de Andrade Neto, afirmou que a entidade recebe com alegria os Juízes que estão iniciando agora sua carreira. “Com certeza honrarão sempre a toga que hoje recebem e farão o seu melhor na distribuição da Justiça. A AMAPAR sempre estará ao seu lado, a promover e defender os direitos e prerrogativas da magistratura de forma digna e constante”, garantiu.
O Juiz Substituto William George Nichele Figueroa, que exercerá o cargo na 62ª Seção Judiciária, com sede na Comarca de Astorga, falou em nome dos empossados e afirmou que a aprovação no concurso representa a realização máxima que poderia imaginar. Ele agradeceu o apoio e o incentivo que recebeu dos familiares e amigos. Lembrou também o apoio da Escola da Magistratura do Paraná e dos novos colegas magistrados. “Na reta final do concurso, nós conseguimos formar um grupo muito unido, sem qualquer tipo de competitividade, o que certamente contribuiu para o êxito de todos.”
O novo Juiz Substituto, que atuou por 8 anos como Analista Judiciário no TJPR, afirmou que sempre fez tudo ao seu alcance para que o processo se desenvolvesse da forma mais transparente, ágil e efetiva possível. “Pretendo contribuir para a construção de um Poder Judiciário moderno e cada vez mais apto a atender às demandas da sociedade atual.”
Também estavam presentes o 1º Vice-Presidente, Desembargador Arquelau Araujo Ribas; a 2ª Vice-Presidente, Desembargadora Lidia Maejima; o Corregedor-Geral da Justiça, Desembargador Rogério Kanayama; o Corregedor da Justiça, Desembargador Mário Helton Jorge; o Vice-Presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR), Desembargador Gilberto Ferreira; e o Subdefensor Público-Geral Do Estado Matheus Munhoz, além de demais magistrados, servidores e familiares dos empossados.
Novos Juízes Substitutos
Confira abaixo a relação dos novos Juízes Substitutos, suas respectivas Seções Judiciárias e sede de Comarca onde irão atuar:
Amanda Cristina Lam – 58ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Porecatu;
Ana Paula Gadelha Mendonça – 53ª Seção Judiciária com sede na Comarca da Lapa;
Carolina Valiati da Rosa – 59ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Laranjeiras do Sul;
Cristiane Dias Bonfim – 36ª Seção Judiciária com sede na Comarca De Porecatu;
Daniela Franco Reis e Silva – 40ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Palmas;
Elvis Nivaldo dos Santos Pavan – 26ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Cornélio Procópio;
Fernando Porcino Gonçalves Pereira – 68ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Iporã;
Maria Luiza Mourthé de Alvim Andrade – 52ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Wenceslau Braz;
Murilo Conehero Ghizzi – 56ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Realeza;
Natalia Calegari Evangelista – 44ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Pitanga;
Raffael Antonio Luzia Vizzotto – 61ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Jandaia do Sul;
Wesley Porfirio Borel – 55ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Marechal Cândido Rondon;
Gustavo Daniel Marchini – 68ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Iporã;
William George Nichele Figueroa – 62ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Astorga.
Foto IRWL 

Arruda acerta ao falar sobre déficit da previdência pública no Paraná, diz Truco

Fotos Eduardo Matysiak
Segundo Paranaprevidência, prejuízo projetado fará com que o patrimônio do fundo seja extinto em menos de 20 anos
“Todos os meses o governo estadual retira do Fundo de Previdência R$140 milhões para pagar inativos. Nós tínhamos superávit em 2014. A partir de 2015 nós tivemos déficit. Tínhamos R$8 bilhões em caixa e temos um pouco mais de R$6 bilhões hoje”, disse o candidato do MDB ao governo do Paraná, João Arruda, durante entrevista à RIC TV. As informações são de Alexsandro Ribeiro, no Truco nos Estados.
Ao comentar sobre o déficit do Fundo de Previdência dos servidores públicos paranaenses, o emedebista acertou os números que demonstram a escalada do problema. É o que notou o Truco nos Estados, projeto de fact-checking da Agência Pública feito no Paraná em parceria com o Livre.jor.
O candidato está correto ao colocar o ano de 2015, quando o governo do Paraná aprovou a reforma da aposentadoria do funcionalismo, no centro da questão. Antes, aposentados e pensionistas estavam distribuídos nos fundos Previdenciário e Financeiro.
O Previdenciário é custeado com as contribuições dos servidores. O Financeiro, em vias de extinção, quem pagava era o governo, com recursos do Tesouro. Na reforma, 33,5 mil inativos com mais de 73 anos foram movidos do Financeiro para o Previdenciário. Aliviou o Tesouro, mas pesou no fundo das contribuições.
O impacto aparece na contabilidade atuarial da Paranaprevidencia – autarquia que administra a grana dos aposentados e pensionistas.
De acordo com os balanços, disponíveis para consulta na página da autarquia na internet, de 2014 para 2015 houve uma inversão nas contas e de superavitário o Fundo Previdenciário começou a declinar.
Em 2014, um ano antes da mudança na previdência, o Previdenciário encerrou o exercício com R$ 7,9 bilhões de reserva. No outro ano, esse recurso caiu para R$ 7,6 bilhões. Em 2017, encerrou o exercício com R$ 6,6 bilhões.
Além disso, João Arruda acerta ao afirmar que existe um prejuízo mensal ao fundo.
Segundo análise dos conselheiros de administração do Paranaprevidência sobre as contas de 2017, isso também é causado pelos migrantes do Fundo Financeiro.
Afirmam os conselheiros em ata sobre as contas que “fica evidente que a descapitalização crescente do Fundo [Previdenciário] decorre, sobretudo da segregação de massa realizada através da lei estadual 18.469/2015, que impacta em um dispêndio mensal no valor aproximado de R$ 142,5 milhões”.
Extinção em 20 anos – Mas não foi só a migração de inativos do Fundo Financeiro para o Previdenciário que colocou a previdência em risco. O déficit projetado é ampliado com a falta do pagamento da contrapartida patronal do governo.
Numa reforma anterior da previdência, em 2012, o Estado se comprometeu a pagar “contrapartida de contribuição mensal em montante igual à contribuição que arrecadar”. Mas deixou de pagar em 2014. Pelo relatório de 2017, a dívida decorrente disso era de R$ 299 milhões.
Pela Nota Técnica do Paranaprevidência sobre as contas de 2017, o prejuízo projetado com a mudança do plano de custeio e com a falta de repasse “leva a uma estimativa de extinção do patrimônio do Fundo Previdenciário em menos de 20 anos”.
Ou seja, em 2037, se nada mudar, as contribuições terão sido gastas e o Tesouro será forçado a retomar os pagamentos. Um problema, de fato, para as futuras administrações.

________________________________________________________________________________________________

CANDIDATURAS (III): João Arruda destaca as ações para segurança, saúde e pedágio em Foz
O deputado João Arruda, candidato do MDB ao Governo do Estado, encerrou na noite de domingo (26) em Foz do Iguaçu, a série de encontros no Sudoeste e Oeste do Paraná. A aceitação das pessoas, segundo ele, tem sido o destaque das reuniões em todas regiões do Paraná. “A população tem demonstrado que quer mudança”, disse.
Antes de abrir o encontro em Foz do Iguaçu, João Arruda falou com a imprensa e destacou suas principais propostas para o município. “É preciso investir em segurança pública, com firmeza. Polícia nas ruas, polícia comunitária, nas fronteiras e em parceria com a Polícia Federal”, destacou.
HOSPITAL
João Arruda também falou do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, erguido em 2006 pelo Governo Requião. “Temos o projeto do Hospital Regional que não pode ficar refém de uma negociação temporária com o Estado, é preciso de uma solução definitiva”, disse ele, lembrando que o prazo da intervenção do Estado termina em dezembro deste ano.
SEGUNDA PONTE
O candidato do MDB lembrou que já encaminhou, junto com a bancada federal do partido, que inclui os deputados Sérgio Souza e Hermes Frangão Parcianello, uma solução para a construção da segunda ponte com o Paraguai em Foz do Iguaçu, com dinheiro da Itaipu. “O presidente da República já autorizou. Só basta uma negociação com o novo presidente do Paraguai, para que as obras tenham início”, ressaltou.
TURISMO
João Arruda também destacou que é necessário investir no turismo da região de Fronteira. “Temos Foz do Iguaçu como referência e precisamos investir em infraestrutura”. É preciso acabar também, segundo João Arruda, com esta política que obriga os prefeitos ir a cada três meses à Curitiba “beijar a mão do governador”.
SEM PEDÁGIO
Em relação ao pedágio das rodovias do Paraná, João Arruda disse que vai implantar um modelo novo a partir de 2021, quando vencem os contratos. “Hoje temos candidatos e seus vices que apresentaram inclusive uma carta de compromissos reivindicando a prorrogação do pedágio no Paraná, deste modelo absurdo que existe, que foi implantado na década de 1990″, revelou.
Fonte: TNOnline

_________________________________________________________________________________

Requião Filho defende conquistas trabalhistas


Convidado para a sabatina promovida pelo Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba na manhã desta segunda-feira (27), o Deputado Estadual Requião Filho, candidato à reeleição, defendeu as conquistas trabalhistas das últimas décadas no Brasil e criticou os retrocessos atuais.

O debate organizado pelo sindicato reuniu candidatos a Deputado Estadual, Federal, Senador e ao Governo do Estado. Roberto Requião, que também concorre à reeleição para o Senado, foi o convidado mais aplaudido pelos sindicalistas durante o evento.

Requião Filho lembrou a atuação do pai, quando Governador do Paraná, e destacou a importância do salário mínimo regional, instituído por ele naquela época e que vem sendo desvalorizado pelo atual governo.

“Se o Paraná tem o maior salário mínimo regional do Brasil, é graças ao Requião e graças a vocês. O Beto tentou diminuir essa diferença que o Paraná tinha para os demais Estados. A bancada do camburão fica quieta com a desvalorização do salário regional, em troca de sair na foto com a entrega de uma ambulância. Mas enquanto isso, os hospitais regionais que construímos estão deixando de funcionar”.

O parlamentar também denunciou as práticas do atual governo do Estado contra os trabalhadores.

“O governo Beto Richa massacrou os funcionários públicos em praça pública. Com campanha fortíssima, quis convencer a opinião pública de que todo funcionário público é marajá. Pegou contracheques escolhidos a dedo e jogou nas redes sociais. Pegou uma professora que tinha recebido férias atrasadas, 13° salário, indenização, e apresentou aquele contracheque como se fosse o recebimento mensal de todos os professores”.

Segundo ele, o desrespeito aos servidores não se restringe aos professores. Os policiais, por exemplo, enfrentam más condições de trabalho, com equipamentos defasados, coletes à prova-de-balas vencidos e a corporação sem qualquer investimento do Estado.

“Os policiais continuam sem a data-base”, denunciou.


O Deputado criticou a tentativa de criminalização que se faz aos sindicatos dos trabalhadores, normalmente encampada pelos órgãos patronais.

“Tentam transformar os sindicatos dos trabalhadores, aos olhos da população geral, em criminosos, enquanto o Sistema S faz festa com champanhe e caviar em Nova York, Paris, tem hotéis, resorts, e esse sistema não é fiscalizado”.

Requião Filho criticou a Reforma Trabalhista e a tentativa de aprovar a Reforma da Previdência.


“A reforma não modernizou nada. Tirou o direito dos trabalhadores e garantiu às grandes empresas a demissão de funcionários sem nenhuma responsabilidade”.

Como exemplo de resistência da classe trabalhadora, Requião Filho lembrou a grande audiência pública realizada no Paraná contra a Reforma da Previdência.

“Junto com vocês, fizemos a maior audiência pública já realizada na história da Assembleia Legislativa. Mais de mil pessoas! Aquele plenário nunca esteve tão cheio de gente que deveria, na verdade, ser representada por aquela Assembleia”.

Para Requião Filho, a mudança na política passa pela escolha de representantes comprometidos com a causa daqueles que mais precisam.

“Esta é uma responsabilidade de todos. Se escolhermos mal os nossos representantes, acabamos por eleger um Eduardo Cunha, por exemplo, ou um Geddel Vieira Lima. Todos tiveram votos, chegaram lá e tomaram conta daquilo. E aí não se consegue apresentar e aprovar os projetos necessários. Precisamos escolher bem nossos representantes e a responsabilidade é enorme”.

O Deputado ainda ponderou que o voto consciente também deve permear a escolha dos candidatos ao Governo do Paraná.

“No nosso Estado temos dois galhos da mesma árvore. Entre a Cida e o Ratinho, não tem diferença nenhuma. Eles são a mesma coisa: o congelamento do salário regional, a entrega da Copel e da Sanepar aos acionistas, o aumento da conta de água e da luz bem acima do que o salário pode pagar, e outras coisas que você não vai querer para o seu futuro”.


←  Anterior Proxima  → Inicio

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores