Arquivo do blog

Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

EXCLUSIVO: Live com neste Sábado no Blog Chik Jeitoso com Roberto Requião

Foto Arquivo MDB  Confirmado para este Sábado 16 de Novembro ao Meio Dia Live Poderosa  EXCLUSIVA  no Blog Chik Jeitoso com Vossa Exclên...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Quem comemora pesquisas sempre será derrotado nas urnas, porque Radar revela 77% de indecisos

Porque o candidato que comemora pesquisa em primeiro sempre é derrotado nas eleições, porque os mesmos nunca mostra este fato muito importante, aonde 77% não sabem em quem vai votar ainda. O candidato só fica batendo na tecla que está em primeiro enquanto os demais trabalha de verdade na nas urnas o primeiro chora e os demais pode ir para o abraço com a vitória. 

Porque o Senador Requião acredita em virada para o governo do Paraná porque se tem que acreditar nas pesquisas tem que analisar com os pés no chão os 77% dos que ainda não decidiu ainda. 

Arruda, Cida, Ogier Buchi, Dr Rosinha respeitam os eleitores então vamos prestar atenção nas propostas, nós debates, e em cada detalhe muito importantes para decidir o voto. 



 Essa é a que vale, apontam os especialistas de plantão. E a pesquisa espontânea do Radar/ADI divulgada na quarta-feira, 5, aponta que 77,1% dos entrevistados não sabem ou não souberam opinar, ou seja, estão indecisos. Nesta pesquisa, Ratinho Junior (PSD) tem com 13,25%; seguido de Cida Borghetti (PP), 5,4%; João Arruda (MDB), 1,4%; Doutor Rosinha (PT), 1,3%; Ogier Buchi (PSL), 0,7%; Jorge Bernardi (Rede), 0,6% e Professor Piva (Psol), 0,3%. Não sabe ou não souberam opinar, 77,1% dos entrevistados
A pesquisa foi realizada entre os dias 30 de agosto e 3 de setembro com 1.494 eleitores entrevistados em todas as regiões do Estado, com 16 anos ou mais. A margem de erro é de 2,6%. O nível de confiança é de 95,5%. O registro no: TRE PR-01900/2018.

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) divulga, após o fim de prazo, os números finais referentes ao eleitorado de 2018.
Em Curitiba, 1.339.416 eleitores estão aptos a votar. Serão 4.015 seções, divididas em 409 locais de votação. No Paraná, as 26.900 seções eleitorais, divididas em 4.922 locais, atenderão 7.979.973 de eleitores. Destes, 306 incluíram o nome social no título de eleitor, conforme medida aprovada no início do ano. Só em Curitiba, 83 eleitores fizeram essa alteração.
Até este momento, realizaram-se exatos 7.168.138 recadastramentos biométricos no Paraná, número correspondente a 89,83% do eleitorado do estado, e 1.336.961 em Curitiba.
77% de quase oito milhões de eleitores é 
voto viu. 



Ibope

Bolsonaro lidera, mas perde no 2º turno

O presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, está liderando a corrida ao Palácio do Planalto, segundo pesquisa Ibope divulgada ontem, com 22%, mas em simulações de segundo turno perde para Ciro Gomes (44% x 33%), Geraldo Alckmin (41% x 32%), Marina Silva (43% x 33%), e empata com Fernando Haddad (37% x 36%). Se não bastasse, tem a maior rejeição entre todos os candidatos (44%).
A pesquisa, encomendada pelo jornal O Estado de S. Paulo e Rede Globo, aponta que estão empatados em segundo Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT), com 12%. Geraldo Alckmin (PSDB) tem com 9%.
O paranaense Alvaro Dias, candidato do Podemos, tem apenas 3% das intenções de votos.
O levantamento foi realizado de 1º a 3 de setembro e ouviu 2.002 eleitores.

Só Ciro cresce

Segundo matéria do site Congresso em Foco, em relação à pesquisa Ibope anterior, de 17 a 19 de agosto, apenas o candidato do PDT, Ciro Gomes, apresentou crescimento fora da margem de erro.
Ciro tinha 9% e agora tem 12%, a pontuação de Marina, que não teve alteração.
Os entrevistados que votariam em branco ou anulariam o voto são 21% agora, 8 pontos percentuais a menos do que em agosto, quando eram 29%. Já os que não sabem ou não responderam oscilaram na margem de erro de 9%, no mês passado, para 7% em setembro.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S.Paulo”. É o segundo levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral e o primeiro depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) barrou a candidatura de Lula.
Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Quem foi ouvido: 2.002 eleitores. Quando a pesquisa foi feita: 1 a 3 de setembro. Registro no TSE: BR‐05003/2018. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro 0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado.
Simulações de 2º turno
Ciro 44% x 33% Bolsonaro (branco/nulo: 19%; não sabe/não respondeu: 4%)
Alckmin 41% x 32% Bolsonaro (branco/nulo: 23%; não sabe/não respondeu: 4%)
Bolsonaro 33% x 43% Marina (branco/nulo: 20%; não sabe/não respondeu: 3%)
Haddad 36% x 37% Bolsonaro (branco/nulo: 22%; não sabe/não respondeu: 5%)
Rejeição
O Ibope também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os índices:
Bolsonaro: 44%
Marina: 26%
Haddad: 23%
Alckmin: 22%
Ciro: 20%
Meirelles: 14%
Cabo Daciolo: 14%
Eymael: 14%
Alvaro Dias: 13%
Boulos: 13%
Vera: 13%
Amoêdo: 12%
João Goulart Filho: 11%
Poderia votar em todos: 1%
Não sabe/não respondeu: 10%
Observações: os entrevistados podem citar mais de um candidato, portanto os resultados somam mais de 100%; não é possível comparar os resultados desta pergunta com os da rodada anterior, já que Lula não constou como opção de resposta porque sua candidatura foi indeferida.
Sobre esse levantamento, o Ibope divulgou a seguinte nota:
“Como informado ontem, na pesquisa de intenção de votos realizada entre os dias 1 e 3 de setembro, para seguir as decisões decorrentes do indeferimento da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, que proibiram, entre outras coisas, que o ex-presidente participasse, como candidato, de atos de campanha, o Ibope deixou de aplicar o questionário em que o nome de Lula aparecia como postulante ao cargo de presidente da República, como constava do registo da pesquisa feito no TSE.
O instituto pesquisou apenas o cenário em que o nome de Fernando Haddad, candidato a vice-presidente pelo PT, aparecia juntamente com os candidatos que pediram registro.
O Ibope indagou ao TSE se este procedimento estava correto.
Em sua decisão de hoje, o ministro Luiz Felipe Salomão explicou que, segundo a lei, o TSE está impedido de responder a consultas como essa durante o período eleitoral.
Diante disso, e convicto de que agiu de boa fé e dentro da lei, e, ainda, no intuito de não privar o eleitor de informações relevantes sobre a situação atual das intenções de voto na eleição presidencial, o Ibope decidiu liberar os resultados da pesquisa para divulgação, decisão que contou com o apoio dos contratantes TV Globo e o ‘Estado de S.Paulo’.”-

←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores