Theme Support

comunidade

Unordered List

esporte

Recent Posts

Tecnologia do Blogger.

Colombo

Postagem em destaque

Médicos Sem Fronteiras em Curitiba

Pagina Oficial dos MSF no Facebook Pela primeira vez em Curitiba, a exposição Pessoas em Movimento, de Médicos Sem Fronteiras Brasil...

Pesquisar este blog

Geral

Binho - Aviário

Binho -  Aviário

Flickr Images

Cultura

About us

About us

Flickr Images

quinta-feira, 11 de julho de 2019

TRE-PR e TRT-PR vão ampliar ações de inclusão de pessoas com deficiência



Convênio assinado nesta quinta-feira (11) no TRE-PR prevê intercâmbio de políticas e iniciativas de aprimoramento da acessibilidade


Por meio de convênio celebrado nesta quinta-feira (11), na sede da Justiça Eleitoral paranaense, em Curitiba, o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) e o Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (TRT-PR) vão trabalhar em conjunto para ampliar as ações de inclusão de pessoas com deficiência. O termo de cooperação técnica assinado hoje prevê que as duas instituições manterão intercâmbio das políticas e das iniciativas de aprimoramento da acessibilidade.
Na solenidade de assinatura, o regional eleitoral paranaense foi representado por seu presidente, desembargador Gilberto Ferreira, e pelo juiz-membro da Corte e presidente da Comissão Permanente de Acessibilidade e Inclusão do TRE-PR, doutor Rogério de Assis, enquanto pelo TRT-PR firmaram o instrumento a sua presidente, desembargadora Marlene Teresinha Fuverki Suguimatsu, e o desembargador Ricardo Tadeu Marques da Fonseca, presidente da Comissão Permanente de Acessibilidade do órgão.
Para o presidente do TRE-PR, é preciso superar a hipocrisia na abordagem do tema e colocar efetivamente em prática políticas de inclusão. Já a presidente do TRT-PR lembrou que as ações de acessibilidade atendem ao Pacto Global e à Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).
O doutor Rogério anunciou, na ocasião, o lançamento em agosto deste ano, na Justiça Eleitoral do Paraná, de uma capacitação para sensibilizar os servidores sobre as principais dificuldades enfrentadas pelas pessoas com deficiência. Já o desembargador Ricardo Tadeu, que é cego, mostrou-se emocionado com a mobilização do Judiciário paranaense em torno da questão.
Também compuseram a mesa de autoridades o desembargador Tito Campos de Paula, vice-presidente e corregedor do TRE-PR; o desembargador Sigurd Roberto Bengtsson, presidente da Comissão de Acessibilidade do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR); o doutor Jean Carlo Leeck, juiz-membro da Corte Eleitoral; e o doutor Valcir Mombach, diretor-geral do TRE-PR.
Principais atividades
O convênio assinado nesta quinta-feira prevê que os tribunais compartilharão as metodologias utilizadas para orientar o acompanhamento e atendimento das demandas de juízes, servidores, usuários, advogados e jurisdicionados com deficiência. Os documentos estão embasados no que prevê a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, que busca assegurar o efetivo acesso deste público à Justiça.
O TRE-PR fornecerá conhecimento referente a materiais (vídeos, cartilhas, manuais) de capacitação e sensibilização, além de propor eventos, palestras e estudos conjuntos, a exemplo do 18º Café Cultural com o tema “Superando Barreiras”, realizado em maio deste ano no auditório do regional eleitoral, que teve como convidado o desembargador Ricardo Tadeu.
Já o TRT-PR disponibilizará dados relativos aos cursos de Libras, forma de utilização de tradutores e intérpretes nas relações processuais envolvendo pessoas com deficiência, utilização de software NVA (non visual desktop acess) nos computadores das varas do trabalho, adaptação às normas internacionais e diretrizes de acessibilidade para o conteúdo web e dados técnicos referentes à realização das adaptações arquitetônicas de acessibilidade.

←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Faça Faculdade Uniandrade

Faça Faculdade Uniandrade
Vem pra Uniandrade

Publicidade

Publicidade

Seguidores